sábado, janeiro 31, 2009

SABOR DE LOUCURA...



A boca ousada
Navega na doçura do seu bejio
Num gesto apressado
Saboreia sua pele semi nua
Louca procura.


A língua insana
Divaga na exuberância dos seus mistérios
Apossa-se da emoção
Faz enlouquecer sua razão;
A pele sacana se eriça, se atiça
Sente o desejo extrapolar...


Na louca procura
A boca desata
As amarras da obediência
Liberta-se
Anima-se insensata
Naquela procura,
Vontade de beber na fonte
A seiva quente, remédio, cura...


A língua "saliente" desliza
Desdobra-se em frenéticas carícias
Aquece os sentidos
Sinto seu corpo se derramar
No delírio louco
Da minha boca ardente
A aquecer você
No agasalho do meu ser ...


A boca mágica se deixa inundar
Pelo sabor da loucura
Êxtase do seu querer..
A seiva bruta
Feito água mata minha sede
Sobre os acordes ofegantes do seu prazer..



Socorro Carvalho

Santarém, 30 de janeiro de 2009.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...