sexta-feira, agosto 30, 2013

O AMOR QUE PULSA...


Amor que pulsa no coração. 
Afago do peito, inspiração.
Versos soltos, vidas na contra mão.
A chuva fina que caí.
O rebento, que vem feito poesia.
A luz reluz, a beleza do  sorriso.
Enquanto nos olhos  irradia-se o brilho  sereno do olhar escondido.
Tudo é pulsante, nesta alma errante.
Sagrado, pecado.
Na contrição despida dos desejos.
Tudo é poesia dentro do peito.
Rimas ritmam-se na estrofe.
Na quimera fria desses dias.
O amor  que pulsa, pulsa, pulsa...
Sem agasalho, nesta noite fria da vida.
Na amplidão do poema, obra prima.
Você e a poesia...




Socorro Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Maria Maria

Maria, Da lua Herdastes brilho e serenidade. Do sol Juntastes calor e esperança. Doce Maria! De encanto, de amor. Suave como a b...