quinta-feira, outubro 12, 2006

MEU FILHO!!


Você é o poema de amor
mais lindo que já escrevi.
Você é minha inspiração
mais pura e maravilhosa.
Você é o verso
mais rico da literatura da minha vida.
Você é o sol
que enche de calor os meus dias.
Você é o presente
mais precioso que Deus me deu.
Que Deus abençoe a sua simplicidade!!
FELIZ DIA DAS CRIANÇAS!!!

Te amo Pedro!!

Com carinho

Socorro Carvalho

ORAÇÃO DA CRIANÇA


Pai, querido!
Eu quero ser criança, com todo o direito de ser criança.
Quero poder brincar e quero poder tocar no outro com a leveza da minha brincadeira.
Quero poder sorrir e quero, ao sorrir, ajudar o outro a perceber que ainda há motivos para ter esperança.
Quero correr e, ao correr, ampliar os horizontes, daqueles que não perceberam que,
além das cercas, há um tempo enorme, cheio de verde e de vida.
Um campo que é um convite a sair do lugar de sempre.

Quero dançar e, ao dançar, trazer outras pessoas para minha dança,
para que sintam que o corpo é um presente e,
quando se une a outros corpos ao som da música,
torna-se ainda mais presente, leve e belo.
Quero cantar e, ao cantar, alcançar pontos mais distantes que, talvez com a minha mão ou outra parte do meu corpo, eu não conseguiria atingir.
O meu cantar chega a qualquer canto.
E o meu canto é o Teu canto.
Quero aplaudir e, ao aplaudir, envolver toda a gente nesse aplauso.
Ao aplaudir, quero ensinar e aprender que ninguém é feliz quando não se preocupa com a felicidade do outro.


Quero nadar. E, ao nadar, sentir-me participando da natureza.
E assim contemplá-la.
E assim defendê-la.
E assim construir um mundo mais bonito para mim e para quem virá depois de mim.
Quero rezar.
E, ao rezar, sentir que não estou sozinho e que nunca estarei.
Sentir que tua presença não me tira a liberdade.
Ao contrário, faz-me livre na essência, porque me livra do mal.
Quero amar.
E, ao amar, sentir-Te.
E, ao sentir-Te, fazer a diferença na vida de quem eu vier a amar.
Amar sem economias.
Amar sem barreiras, sem fronteiras.
Amar como em um vôo leve, profundo, delicado, forte.
Amar com todas as ações e contradições do verbo amar.
Quero amar.
Quero viver.
Quero viver a vida inocente e a vida perigosa.
Quero viver a saudade e a chegada.
Quero viver a lembrança e o esquecimento.
Quero viver o vulcão e a calmaria.
Porque eis o meu mister.

Não vou fugir de nada.
E sei que estarás comigo, para que minha travessia seja intensa e feliz.
Ainda sou criança, Senhor, mas tenho tudo isso pela frente.
E não é à toa que estou aqui.


E, um dia, quero poder olhar para trás e dizer: valeu a pena.
Cada lágrima derramada.
Cada noite mal dormida.
Cada soluço. Cada aperto no peito.
Cada riso ou gargalhada.
Cada mão estendida.
Cada abraço.
Tudo valeu a pena porque fez parte de um caminhar.
Um caminhar difícil, fácil.
Depende. De Ti e de mim.Ainda sou criança, Senhor!
Que eu seja a eterna criança.
Pronta para mais uma história.
Mais uma canção.
Ainda sou criança, Senhor!
Ainda não deconfio do amor.
Nem gostaria de desconfiar.
Senão, por que viver?
Cuida dos meus sentimentos de criança.
Cuida de mim, hoje, amanhã e sempre, por favor.
Cuida de mim, Senhor!
Amém!

PARA MINHA CRIANÇA


Celebrar o dia das crianças é celebrar a alegria da vida,
a certeza da esperança,
a paz que a pureza delas nos dá.
Meus parabéns
a todas esses anjinhos que vieram ao mundo para serem luz.
Em especial,
dedico minha homenagem à luz da minha vida,
à alegria dos meus dias,
à razão do meu sorriso,
à força do meu existir,
a meu filho Luiz Paulo.

"...nem mesmo o céu, nem as estrelas, nem mesmo o mar e o infinito não é maior que o meu amor, nem mais bonito..."


Com carinho


Rosa Rodrigues

Postagens em destaque

VERSOS, PARA MEU NETO...

Um dia você chegou... Trouxe consigo o melhor verso. A brisa que acaricia, O vento que embala. Seu sorriso trouxe o alvorecer.   ...