sexta-feira, setembro 30, 2016

GEPES REALIZA MESA REDONDA COM O TEMA: “SISTEMA TRIBUTÁRIO NACIONAL”

O Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação de Surdos - GEPES  da Universidade Federal do Oeste do Pará – UFOPA realiza mesa redonda com o tema: “Sistema Tributário Nacional”
Pretende-se nesse evento, abordar o sobre o Sistema Tributário atual do País, a partir de ações inovadoras com o uso da Língua de Sinais – Libras permitindo, com isso, que pessoas surdas possam ter acessibilidade a aquisição de conhecimentos sobre a temática.
Para debater o assunto, foram   convidados três   palestrantes:
Lucilene  Marinho Lopes – licenciada em Letras, com especialização em Linguagem e Educação Fiscal – faz parte do Grupo Municipal de Educação Fiscal, servidora da Receita Federal do Brasil; Sara Silva – Licenciada em Matemática, com especialização em Gestão Financeira, servidora da Secretária Municipal de Esporte e Lazer – Grupo Municipal de Educação Fiscal; Alcino Moisés Pinho de Sousa – licenciado em Pedagogia, Especialista da 5ª Unidade Regional de Educação – 5ª URE – SEDUC e membro do Grupo de Educação Fiscal.
O evento ocorrerá na segunda feira, 03 de outubro, às 15h, no Campus Rondon da UFOPA – bloco H, sala HA1. É gratuito, aberto ao público em geral com carga horária de 3 horas e emissão de certificados.
Esta iniciativa é a primeira ação do Projeto “Educação Fiscal numa perspectiva Inclusiva” resultado da parceria firmada entre GEPES/UFOPA e o Setor de Educação Especial da Secretaria Municipal de Educação de Santarém - através do EJA/Inclusivo.
O objetivo geral do projeto é a produção de um material sobre educação fiscal em Libras, para a comunidade surda ter acesso e poder entender e usufruir de forma mais consciente dos seus direitos enquanto cidadãos (ãs).

Informações/ Entrevistas:
GEPES - Professora Dra. Eleny Brandão Cavalcante (93) 99124 - 4678
SEMED – Professor Esp. Alcindo Moises Pinho e Sousa (93) 99208 - 0591




                                                    Por Socorro Carvalho 
( Bolsista de Monitoria do GEPES)

                                                    Foto: google

domingo, setembro 18, 2016

SE ESTAMOS JUNTOS...

Longe um do outro
Somos indefesos às tristezas,
Indiferentes ao existir...
O tempo não tem brisa,
A paisagem perde a cor,
O sol fica sem calor...
O sono se perde na solidão,
A madrugada se torna pequena para tantas lembranças...
 Distantes, tudo em nós é solidão
O meu, o teu olhar não tem direção, se estamos distantes.
Mas se, de repente, vens ao amanhecer,
O sol vem aquecer,
A brisa volta refrescante,
O sol nasce cheio de luz e calor...
Tudo é mais bonito junto do teu amor.
Se estamos juntos...
Meus olhos se encantam
Teus olhos se alegram...
Nosso olhar é uma doce festa...
Meus lábios são sorrisos diante de tua presença,
Teu sorriso é felicidade diante da minha presença.
Se estamos juntos...
Compomos a sintonia, a alegria da vida...
A mais perfeita rima de amor.


Socorro Carvalho

Foto: Alciane Ayres - Jornalista santarena - Alter do Chão



sábado, setembro 17, 2016

REFLEXÃO: SOBRE A BREVIDADE DA VIDA - POR PRISCILA CASTRO

Ontem quando soube da morte trágica e repentina do autor Domingos Montagner, não tive como não lembrar da minha tia Carmem que nos deixou há 03 meses vítima de um aneurisma maldito. Lembrei dela de imediato, primeiro pq ela estava ótima em um dia, tínhamos saído pra um churrasco todos juntos e noutro ela nos deixou repentinamente, sem avisar, sem dar tempo de dizermos a ela o quanto nós a amávamos. E outra, pq ela era apaixonada por ele, assistia todas as novelas e ficava suspirando por ele (ele era lindo, tesão, bonito e gostosão) rsrs. 


Quando ele fez cordel encantado, eu morava do lado dela, como era novela das seis assistíamos todos os dias juntas e tomávamos o café da tarde. E nossa, fiquei imaginando a reação da tia se soubesse desta fatalidade tão derradeira e como ela ficaria arrasada. Eu chorei ao assistir o depoimento do pai da Camila Pitanga que relatou o desespero da filha ao tentar salvar seu amigo e o quanto ela fez força pra não soltar a sua mão, mas não conseguiu... Que Deus conforte o coração da família deste ator lindo e talentoso, quem sabe ele e minha tia não se conheçam lá no outro plano, seria lindo, posso ver o grito dela ao ver ele chegando.rsrs 

Que ano é esse cara? Quantas tragédias. .. que 2016 mais esquisito, quantas coisas tristes, como a vida é passageira, efêmera, não somos nada realmente, a vida é um sopro. Temos sim que dizer todos os dias a quem amamos o quanto amamos, temos sim que viver cada dia como se fosse o último, pq ele realmente pode ser. A intensidade deve sim ser a palavra de ordem e se tem algo que eu aprendi neste ano difícil foi isso, não ficar fazendo muitos planos e nem deixando pra amanhã o que posso dá um jeito de fazer hoje.


 A Perda de nossos entes nos serve de reflexão (pelo menos deveria), para repensarmos sobre nossa pequenez diante da grandeza do poder de Deus. Estas partidas precipitadas escancaram o quanto perdemos tempo com pequenas coisas, quanto deixamos em segundo plano uma visita a um amigo, um cafezinho com a mãe, com nossa vó, o quanto gastamos energia com sentimentos ruins e egoístas. Nem tive como não fazer esta relação, pq a perda é recente e este interrompido dói todo santo dia pra todos de minha família. Acho realmente que nós precisamos aprender a viver mais e ser melhor a cada dia e que os desígnios do cara lá de cima são muito maiores de que nossa insignificância!

Por Priscila Castro ( Professora e Cantora santarena)
(Texto copiado da página do facebook da Priscila) 
A foto é da net

REUNIÃO DEFINE DETALHES PARA REALIZAÇÃO DO FESTIVAL ESCOLA D’ ÁGUA


A Coordenação do Projeto Escola D’Água reuniu, hoje (16), com as equipes das escolas que integram a Casa Bioma Amazônico na escola Nossa Senhora do Livramento, no quilombo Saracura, no Rio Amazonas.

O objetivo foi definir as atividades da programação do Seminário que ocorrerá nos dias 20,21 e 22 de outubro de 2016, em Santarém, na Praça Barão de Santarém.

O encontro reuniu professores e alunos das escolas participantes do Projeto: Nossa Senhora do Livramento - Comunidade de Saracura, São Jorge – Tapará Grande, Nossa Senhora das Graças – Boa Vista do Tapará, São Benedito – Costa do Tapará, Água e Escola Nossa Senhora da Saúde da Comunidade de Igarapé do Costa.

Durante o encontro as equipes apresentaram uma síntese das atividades que estão sendo preparadas por cada escola e que serão mostradas durante os três dias de encontro.

O Festival será realizado no mês de outubro e contará com a participação de todas as escolas D’Água de Santarém.

O objetivo é a socialização de atividades realizadas durante os 04 Seminários do Projeto Escola d’Água que teve como foco educação sobre a água, realizadas pelas 35 Escolas Municipais de Ensino Fundamental do município de Santarém. O projeto visa o protagonismo das crianças por meio do cuidado com a Água e o ambiente em que vivem.

Por Socorro Carvalho

quinta-feira, setembro 08, 2016

ESCOLA ECILA NOBRE, MAIS UMA VEZ, SE DESTACA EM NOTA DO IDEB


A Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora ECILA  NOBRE DOS SANTOS, no bairro da Conquista, ocupa pelo terceiro ano consecutivo o PRIMEIRO lugar no IDEB – índice de Desenvolvimento Escolar, no Município de Santarém, com a Nota 6,1.

O resultado com a melhor nota ocorre, exatamente, no ano em que a Semana da Pátria, em Santarém, trouxe como tema: “Os Heróis da Educação: Ontem, hoje e sempre”.

Tema mais do que válido para prestar, de forma antecipada, uma homenagem justa à Gestora da Escola Rosângela Teles e toda sua equipe,  que juntas são incansáveis na lida de cada dia, na bonita e dedicada Missão de Educar.

Resultado de um trabalho feito em Equipe,  com empenho, envolvimento, compromisso e responsabilidade de cada profissional que presta serviços naquela escola e que dessa forma contribui para o fortalecimento de um ensino de qualidade. Trabalho conjunto que preza pela aprendizagem e que busca construir dias melhores ao seu alunado, por acreditar que o trabalho flui melhor quando feito através da união entre família e escola.

São profissionais heróis e heroínas que dia a dia estão na luta onde a arma mais potente é o conhecimento adquirido por meio da Educação. Malala adolescente vencedora do Nobel da Paz diz que : “Uma criança, um professor, um livro e uma caneta podem mudar o mundo. Educação é solução”. Concordo com as palavras de Malala. Pensamento que muito bem representa o trabalho da Equipe Ecila Nobre que vê na Educação a melhor condução para transformar o Mundo.

Com esse pensamento de acreditar na capacidade de transformação por meio da Educação é que a Escola Ecila Nobre desponta na frente com seu resultado. E segue cotidianamente a zelar por cada aluno e aluna, que compõem o quadro de discentes da instituição.

Uma escola que educa com princípios cívicos, cristãos e social ofertando aos seus pequenos estudantes a oportunidade de se sentirem amados, respeitados e acolhidos.

Escola parceira de grandes projetos, entre eles, o Rádio Pela Educação  da  Diocese de Santarém, que através do Programa Para Ouvir e Aprender leva através do rádio  novas concepções e,  com isso,  disseminando entre seus alunos  indagações diversas, instigando-os às pesquisas, aguçando-os às novas descobertas e os  levando às reflexões com sede de aprender e fazendo isso com a colaboração de seus educadores e educadoras com a  Ética de educar com sabedoria e amor.

Escola que respeita com vigor os Direitos das Crianças e Adolescentes,  com participação na construção do Plano Decenal Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Santarém.
A nota do IDEB é apenas uma simbologia que vem como ânimo e estimulo para novas inspirações e aspirações de novas conquistas.

 Porém, é acima de tudo o efeito de um trabalho abençoado e feito com amor. Certamente, que eles e elas, são heróis e heroínas da Educação e merecem Nota 10. Nota 10 pela competência e dedicação com as quais realizam esse trabalho bonito e constante. Um trabalho   feito com paciência, respeito e que faz toda a diferença na vida de cada menino e menina, que estudou ou estuda na escola.

Para terminar esse registro, deixo à equipe Ecila Nobre um pensamento de Rubens Alves quando disse que: “Ensinar é um exercício de imortalidade. De alguma forma continuamos a viver naqueles cujos olhos aprenderam a ver o mundo pela magia da nossa palavra. O professor, assim, não morre jamais... Rubem Alves. Portanto, são: “Os Heróis da Educação: Ontem, hoje e sempre”.



O que é o Ideb

O Ideb é um indicador geral da educação nas redes privada e pública, uma espécie de nota. Para chegar ao índice, o MEC calcula a relação entre rendimento escolar (taxas de aprovação, reprovação e abandono) e desempenho em português e matemática na Prova Brasil, aplicada para crianças do 5º e 9º ano do fundamental e do 3º ano do ensino médio.


O índice é divulgado a cada dois anos e tem metas projetadas até 2021, quando a expectativa para os anos iniciais da rede estadual é de uma nota 6,0. Assim, para que o Ideb de uma escola ou rede cresça é preciso que o aluno aprenda, não repita o ano e frequente as aulas.

Origem do Ideb

O Ideb foi criado em 2007 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e é divulgado a cada dois anos. O Ideb divulgado nesta quinta-feira diz respeito ao desempenho das escolas, redes, municípios, estados e Brasil em 2015. O desempenho é comparado com as metas calculadas a partir da primeira edição, em 2005, e projetadas para todas as edições futuras, até o ano de 2021.


Há um indicador calculado para cada nível do ciclo básico: o ensino fundamental I (avaliando os estudantes do 5º ano), o ensino fundamental II (avaliando os estudantes do 9º ano), e o ensino médio (avaliando os estudantes do 3º ano).


Socorro Carvalho
Com informações do IDEB – G1.

terça-feira, setembro 06, 2016

É PROIBIDO

É proibido chorar sem aprender,
Levantar-se um dia sem saber o que fazer
Ter medo de suas lembranças.
É proibido não rir dos problemas
Não lutar pelo que se quer,
Abandonar tudo por medo,
Não transformar sonhos em realidade.
É proibido não demonstrar amor
Fazer com que alguém pague por tuas dúvidas e mau-humor.
É proibido deixar os amigos
Não tentar compreender o que viveram juntos
Chamá-los somente quando necessita deles.
É proibido não ser você mesmo diante das pessoas,
Fingir que elas não te importam,
Ser gentil só para que se lembrem de você,
Esquecer aqueles que gostam de você.
É proibido não fazer as coisas por si mesmo,
Não crer em Deus e fazer seu destino,
Ter medo da vida e de seus compromissos,
Não viver cada dia como se fosse um último suspiro.
É proibido sentir saudades de alguém sem se alegrar,
Esquecer seus olhos, seu sorriso,
só porque seus caminhos se desencontraram,
Esquecer seu passado e pagá-lo com seu presente.
É proibido não tentar compreender as pessoas,
Pensar que as vidas deles valem mais que a sua,
Não saber que cada um tem seu caminho e sua sorte.
É proibido não criar sua história,
Deixar de dar graças a Deus por sua vida,
Não ter um momento para quem necessita de você,
Não compreender que o que a vida te dá, também te tira.
É proibido não buscar a felicidade,
Não viver sua vida com uma atitude positiva,
Não pensar que podemos ser melhores,
Não sentir que sem você este mundo não seria igual.

Pablo Neruda


sábado, setembro 03, 2016

MINHA AFILHADA , NATALIE!!! PARABÉNS!!


Natalie,

Hoje, busco no tempo a inspiração para lhe homenagear e nessa homenagem dizer o quanto sou grata a Deus por Ele ter colocado você em minha vida e em meu coração.

Você, afilhada linda! Filha do meu coração!

O vento toca minha pele e nele sinto o sabor da vida e nesse sentir penso em você, flor bela a embelezar meu olhar, o jardim do meu existir.


Junto palavras e do universo retiro o brilho e o calor do sol,  para lhe ofertar e aquecer seu coração e seus sonhos. Da noite, retiro o cintilar das estrelas para que possa encher de magia o seu caminhar e   de inspiração cada passo de sua caminhada.

Doce menina que tem nos olhos o encanto e a ternura da poesia no jeito de falar, sabe ser luar e amanhecer, na síntese perfeita do amor.

No fluir de sua juventude são sonhos que se agigantam descobertas e curiosidades que se multiplicam, como forma natural de sua existência. Porém, sua doçura é paz, candura que tudo acalma e inspira os melhores sentimentos.

Hoje, meu coração está em festa pela celebração de seu aniversário!!

É hora do PARABÉNS!! O Universo canta em sua homenagem, os holofotes se voltam em sua direção e todo brilho se reflete em seu olhar. Daqui vão meus melhores desejos de que Deus abençoe sua vida com saúde e sabedoria, para que sejam prósperos seus dias, com vitórias e sucesso.

Que em cada novo dia você siga construindo sua História de uma forma sempre bonita, através dos estudos, com inteligência, perseverança e acima de tudo honrando com amor os ensinamentos de sua mãe. Que seus olhos mirem sempre grandes horizontes e que nesse mirar Deus esteja sempre presente para guiar e abençoar seus passos. Enfim, só quero desejar o melhor para você e sua vida, junto de sua família. 

Jamais permita que lhe roubem os sonhos, mas acredite na sua capacidade e competência,  para lutar e vencer, sempre. Pois eu acredito na força interior que existe em você, Natalie!!

Portanto, hoje e sempre, aproveite cada instante e que Nossa Senhora da Conceição lhe proteja e cubra com seu Manto Sagrado cuidando sempre e a protegendo neste novo ciclo de vida que hoje se inicia.

Posso não estar pessoalmente com você todos os dias, mas espiritualmente você está presente todas as noites em minhas orações, jamais esqueça. 


Um grande abraço com carinho e todo amor da sua madrinha que muito lhe ama ...


Eu - Socorro Carvalho 

MINHA SOBRINHA, MARIA CLARA!! PARABÉNS!!!

Maria Clara!! Maria Gagá !!Minha sobrinha maravilhosa!!

Você é m dos seres mais especiais que conheço. Às vezes, uma incógnita, que não sei quem é direito, mas na grande parte do tempo é sim, um ser raro e  impressionante. Tem a simplicidade na alma. Por isso, sabe ser  despojada  e sem  frescuras em cada novo momento. Tem o coração cheio de bondade,  que espalha por onde passa. De jeito moleca, traquina,  ela não gosta da cor rosa, prefere as cores do Corinthians, fazer o que né,  preferencia herdada do pai dela. Nem tudo é perfeito! Só sei que   Maria é divertida, inteligente, parceira e acima de tudo super simples. 


A sinceridade mora nela!!Portanto, não a importune, nem pise no calo dela. Dona de um sorriso franco e  bonito, que se contrasta com seu jeito menina que muito encanta me encanta e encanta a todos nós que a queremos bem. Ela é única, Deus fez e jogou fora a receita, por isso me é rara e especial.


A você, minha sobrinha desejo saúde e muitas bênçãos de Deus. Continue sempre esse amor de pessoa, uma das pessoas mais frescas, porém, linda e inteligente. Um dos meus mais preciosos xodós!! Ando com saudades das suas brincadeiras, zoações e das suas boas carreiras, no quintal aqui de casa, junto com seus primos “Enxo e Papá”.

Feliz Aniversário, Maria Clara,

Com carinho da tia que te ama muito...


Eu -  Socorro Carvalho

domingo, agosto 28, 2016

NO BAÚ DA SAUDADE: LEMBRANÇAS DE AMOR...


Hoje a poesia me trouxe, na inspiração, a alegria do teu sorriso. Trouxe-me o aroma da tua pele, o sabor do teu beijo, o calor do teu abraço, o ardor das tuas palavras juntei tudo e te fiz meu poema.

Um poema singelo, nem tanto, com sabor de ousadia e aroma insano. No meu respirar o ar se encheu de saudade. Uma saudade composta de versos sem rimas, mas cheios de boas e inesquecíveis lembranças do teu amor, do teu carinho, do nosso amor.

De repente, escuto distante nossa música preferida a tocar. E como mágica parecia invadir meus tímpanos remexendo o grande baú de recordações, até então, muito bem guardado.

Ao abrir o baú as lembranças foram saindo e se alojando no meu peito, já tão cheio de ti e teus apelos. Na paisagem eu te vi. Tu veio como um raio de luz a iluminar a miragem clareando meus sentimentos se abrigando em meus pensamentos, em meus espaços.

Dento do baú empoeirado, encontrei os cadernos amarelados. Em cada um deles reli antigos versos e cada vez mais te encontrava ali adormecido, guardado. E de repente, via o tempo que me conduzia por mágicas viagens. Em cada esquina, cada rua era teu rosto que encontrava. Era teu sorriso bonito que me alegrava.

Em cada canto que passava,  os ruídos eram como o canto bonito que só encontrava em tua voz. Perdida na imaginação e devaneios,  apenas ouvia tua voz como uma doce e suave canção dando-me inspiração, para seguir viajando no outrora, em tuas recordações.

O tempo ia passando, enquanto eu, indiferente as horas permanecia ali estagnada, imersa em tantas e tantas lembranças, inesquecíveis. Em cada frase que lia tu vinhas acariciar meu rosto, beijar minha boca,  tocar minha pele, como antigamente.

O primeiro encontro, a brincadeira que se tornou real. As primeiras carícias, os primeiros medos e a entrega tímida de nossos corpos, quantas lembranças, quanta saudade.

Na euforia de lembrar tu me invadia a mente e se apossava do meu olhar. Era teu jeito sério e sereno a me despir, me desejar. Enquanto eu me perdia na insensatez dos teus verbos, na tua boca linda, no teu beijo ardente a me encantar, apaixonar.
Sentada em frente ao baú,  fiquei devaneando em meus pensamentos e em cada devaneio só tua presença a preencher o meu viver, meu coração.

Fechei o baú novamente, mas percebi que continuavas aqui, como no outrora, me admirando com a mesma serenidade, me alegrando com o mesmo sorriso e me desejando com os mesmos olhos...

Abro os meus olhos e percebo que as recordações são muitas, mas não maiores que a certeza desse amor que se mantém em em mim, em ti, em nós. Amor de brincadeira, que virou caso sério e agora nenhuma brincadeira nos permite  que esqueçamos  um do outro.

 Então, juntos permanecemos compondo o poética da vida nas entrelinhas de um bem querer, que prende nós dois (eu & você), sentimento puro, verdadeiro, sem espaço para o acaso, nem para o talvez...mas dentro do instante, do agora. 

Simplesmente, te amo com a mesma ternura, o mesmo fervor e calor de antigamente, no outrora.



Socorro Carvalho 

quinta-feira, agosto 25, 2016

NA SALA DE AULA... O MENINO E AS BOLAS DE PAPEL AMASSADO



 Era segunda feira, na escola, a sala estava cheia de meninos e meninas  no meu primeiro dia de  estágio em sala de aula. Do lugar  aonde estava conseguia ver um monte de rostos estranhos com  olhares curiosos e sorrisos “tímidos” e observadores calados(as). Porém, não por muito tempo, logo a turminha estava de volta com todo vigor da juventude, seu excesso de energia e ânsia de viver e descobrir o mundo. A professora centrada nas atividades iniciou sua aula, de Língua Portuguesa, com todo entusiasmo que é peculiar a uma boa professora, em sala de aula. Ainda assim, as conversas paralelas lhes eram motivos para uma breve pausa, para um chamado de atenção que se findava com um silêncio instantâneo.  Mas que logo era quebrado e todas as conversas se iniciavam, outra vez...

 Enquanto   a aula de Português continuava...

Nos bastidores, da sala, algo diferente se passava e eu apenas observava...

Sentado na cadeira da frente, na fila do meio, um menino sem se importar com a aula propriamente dita (produção de texto) apenas se concentrava em sua produção textual particular, pois apenas se preocupava em rascunhar alguns escritos no papel e sob o porta cadernos da cadeira, que sentava, com as mãos ágeis transformava o papel em bolas de papel amassado e que logo eram jogadas, discretamente, para as duas meninas  que estavam sentadas no final da fila.

O mais engraçado era que a cada bola de papel recebida as duas meninas se enchiam de doces sorrisos e dessa forma o recado era logo respondido e devolvido ao pequeno menino, que ao abrir a bolinha esboçava um grande sorriso. O fato foi me deixando curiosa apesar de estar sendo feito no local errado, a sala de aula, era uma troca bonita que parecia envolver bons motivos e bobos sentimentos de adolescentes, mas de alguma forma parecia ser bonito, pois em cada vez que a bolinha ia ou chegava era sempre uma festa nos sorrisos e olhares...

A aula terminou e a última bola de papel que recebeu o menino permaneceu com ela em uma das mãos, como se o ultimo recado fosse precioso demais para ser descartado.

E com ele levou a bola de papel amassado com o seu último recado...


Resultado... 


As duas meninas saíram logo, mas ele permaneceu na sala até produzir a atividade que estava atrasada, mas ficou feliz e sempre com a bolinha de papel na mão. Penso até que ela o serviu de inspiração, pois rapidinho ele construiu o texto e foi liberado para ir pra casa...


Bendita adolescência que se permite a liberdade de viver intensamente a imaginação e as bobagens da idade...


Socorro Carvalho