sábado, outubro 21, 2006

ACRÓSTICO



Ternura é sentir o amor pulsar no coração
E neste pulsar sentir a vida.


Admirar a beleza perfeita da natureza
Misteriosa magia que embriaga
Os sentidos e faz flutuar paixão.


Entre tantos encantos lá está você
Teimoso, estranho, misterioso...a
Envolver meus pensamentos de um jeito deslumbrante
Razão linda da minha singela poesia.
Não tem explicação a paz que sinto
Ao deitar-me em teu colo que me acalma
Meu anjo! Meu demônio! Meu menino!
Em você guardo o segredo do meu amor
Nunca senti nada igual, tão forte e tão verdadeiro.
Te amar é meu delírio, meu destino...
Emoção gostosa que flutua em meu sangue.


Mesmo proibido! Quero você em minha vida
Em cada instante do meu existir
União louca que me consome o peito.


Gostaria de poder lhe mostrar a vastidão inteira
Real e verdadeira do sentir que habita em mim.
Amor que inspira, anima, me faz prosseguir
Na estrada da razão que me conduz.
Deixa-me navegar no barco dos seus sonhos
E ancorar no porto feliz da sua realidade


Acredito em suas palavras, creio em seu amor!
Maravilhoso sentimento que me faz feliz.
O destino cruzou nossos caminhos, por isso meu amor
Regarei com carinho e paixão, para sempre, as flores lindas do nosso amor...


Socorro Carvalho

SAUDADE

Madrugada
O frio parece consumir meu corpo
Olho ao meu redor
Tudo está triste...Sem vida.


Não consigo dormir
As lembranças invadem meus pensamentos
As lágrimas nublam meu olhar.


No ar
O cheiro do seu corpo...Imaginário
Parece atormentar meus sentidos
Sua presença vem no silêncio
E se apossa do meu coração.


Loucura
Imaginação
Sozinha em meu quarto
Meu corpo...
É saudade.


Socorro Carvalho

Postagens em destaque

POEMA CABOCLO

Meu amor... Tem cor de alvorecer. Carícia de brisa das manhãs. Cor de pôr do sol. Aroma de cupuaçu... Sabor do bombom de muruc...