quarta-feira, maio 16, 2007

O VERDADEIRO VALOR



Um famoso palestrante começou um seminário
segurando uma nota de 100 reais.
Numa sala, com 200 pessoas, ele perguntou:

"Quem quer esta nota de 100 reais?"
Mãos começaram a se erguer.

Ele disse: "Eu darei esta nota a um de vocês, mas, primeiro, deixem-me fazer isto!"
Então ele amassou a nota.
E perguntou outra vez: "Quem ainda quer esta nota?"
As mãos continuaram erguidas.

"Bom", ele disse, "e se eu fizer isto?"
E ele deixou a nota cair no chão e começou a pisá-la e esfregá-la.
Depois pegou a nota, agora imunda e amassada, e perguntou: "E agora?
Quem ainda quer esta nota?"
As mãos continuaram erguidas.

"Meus amigos, vocês todos devem aprender esta lição.
Não importa o que eu faça com o dinheiro, vocês ainda irão querer esta cédula,
porque ela não perde o valor.
Ela ainda valerá 100 reais.
Essa situação também se dá conosco."

Muitas vezes, em nossas vidas, somos amassados, pisoteados e ficamos sujos,
por decisões que tomamos e/ou pelas circunstâncias que vêm em nossos caminhos.
E assim, ficamos nos sentindo desvalorizados, sem importância.

Porém, creiam, não importa o que aconteceu ou acontecerá,
jamais perderemos o nosso valor diante de Deus e do Universo.
Quer estejamos sujos, quer estejamos limpos,
quer amassados ou inteiros,
nada disso altera a importância que temos.
A nossa valia.

O preço de nossas vidas não é pelo que temos,
fazemos ou sabemos,
mas pelo somos!

Somos especiais!
Você é especial.
Muito especial.
Jamais se esqueça disso!"




Autoria Desconhecida

Postagens em destaque

POEMA CABOCLO

Meu amor... Tem cor de alvorecer. Carícia de brisa das manhãs. Cor de pôr do sol. Aroma de cupuaçu... Sabor do bombom de muruc...