quinta-feira, junho 14, 2007

LOUCURA


A malicia do teu olhar
Desnuda-me
Faz meu coração viajar.


Inebria-me em devaneios
Faz loucura



Loucura extrema
Da ousadia dos meus desejos.


Socorro Carvalho

SAUDADES DE VOCÊ



Meu olhar está triste
No vazio do peito
A saudade corrói meu ser.

A paisagem da vida
Já não tem mais cor
Meu sorriso
Perdeu-se na angústia
As lágrimas
Veio molhar minha face.

Escuto a nossa canção de amor
Ela me fala de você
NA saudade latente
Que faz pulsar forte meu coração.

Ao longe ouço sua voz
Na indiferente distância
A gritar por mim.

Seu olhar silencioso
Vagueia, meio perdido
Vem estacionar em mim...

Oh, saudade danada
Porque me maltrata assim?


Socorro Carvalho

MEU PORTO SEGURO

O intenso desejo desvaira e se agitano denso silêncio do quarto e das ruas!

Navalhas e puas são minhas, são tuas,

é o pulso que avança, é o mistério que habita!

A força neurônica assume a guarita;

agora se inflama a emoção da alma nua!

Os corpos se entregam à regra mais crua,

sob a natureza segura e perita!

É a febre da ardência tomando o universo;

é o grito maduro do mais belo verso,

rendendo homenagem ao êxtase puro!

São sonhos, quimeras, enredos dispersos,

um mágico encanto que abraço e te auguro,

pois és nestas horas meu porto seguro



Autoria: Poeta Antonio Kleber
Macaé-RJ




Postagens em destaque

Maria Maria

Maria, Da lua Herdastes brilho e serenidade. Do sol Juntastes calor e esperança. Doce Maria! De encanto, de amor. Suave como a b...