sexta-feira, setembro 21, 2007

SAUDADE BANDIDA



Hoje o sol do alvorecer
veio me falar de você.
Em minha saudade
trouxe com ele a magia do seu olhar.
Viajei nos pensamentos
e encontrei seu riso tão belo a me alegrar.
Fechei os olhos
e na imaginação naveguei em seu beijo ardente.
Era o expirar do seu hálito
a enlouquecer meus desejos.
Eu a sonhar acordada com você.
Perdida no encanto da saudade...
O tom da sua voz.
Em sussurros, nítido em meus ouvidos
a dizer palavras insanas.
Provocante desejo a desvairar-se em mim.
Seu jeito moleque, travesso.
Sua presença marcante
a passar lentamente dentro da minha ilusão.
O desejo queimava meus poros.
Sentia-me extrapolar excitação.
O calor da sua boca.
O gemido louco, desinibido
fazia-me arrepiar a pele.
Arrancar gritos e suspiros.
Delírio lascivo.
Pensamentos bandidos a suprimir pudores.
Na lembrança da entrega gostosa de nós dois.
O tempo passa, abro os olhos e sinto em mim.
A umidade sem vergonha do querer.
Saudade arteira,
Paixão bandoleira a me trazer você.
Ah, saudade bandida...




Socorro Carvalho



*Foto: Simone Gonçalves

Postagens em destaque

VERSOS, PARA MEU NETO...

Um dia você chegou... Trouxe consigo o melhor verso. A brisa que acaricia, O vento que embala. Seu sorriso trouxe o alvorecer.   ...