segunda-feira, julho 28, 2008

COISAS DO AMOR...


Mágica, magia, feitiço, destino...
Não sabemos definir!
O amor quando vem não tem explicação.
Só ele (o amor), é capaz de superar barreiras, vencer obstáculos e se sobressair vitorioso...
Quando ele chega o olhar se enche de luz, o sorriso se enche de alegria,o coração dispara e se enche de emoção...

O rosto reflete um brilho que não há outro igual...
Esses são alguns reflexos do amor!
E foi exatamente tudo isso e mais um pouco que tive o prazer e a alegria de presenciar ontem (domingo) nos olhos do meu casal de amigos José Ibanês e Albanira Coelho!
Um casal que estava a nos contagiar com sua felicidade!
Uma felicidade bonita, admirável, expressa no olhar e no sorriso contente do casal.

Rodeado de uma paisagem linda conseguiu reunir numa só ocasião tantas pessoas do rádio, da televisão, dos jornais, dos blogs, dos sites, autoridades, convidados, familiares e uma gauchada pra lá de animada...

Tudo era festa, alegria, congraçamento e muito festejo...
Por lá tinha de tudo e de todos...
Do carimbó ao vaneirão tudo era motivo de animação.
Era a mistura do Norte e do Sul numa só união...

Sem frescuras de roupas chiques e salto alto a turma foi à vontade, do short largado de Jota Ninos a elegância de Nelma Bentes, o importante é que a turma foi lá e se divertiu de montão...
Mas parecia uma confraternização típica de Sindicato dos radialistas ( dessas que o povo sempre vai pra fazer boca livre)
A única diferença é que desta festa ninguém pode falar mal pois lá tudo foi muito legal!
Era a turma se encontrando, se cuprimentando, e num canto qualquer se deliciando com aquele “churasco” gaúcho regado àquela cervejinha ou refrigerante gelado... E haja festa!
Tudo estava realmente demais ( pense numa festa BOA) assim estava a festa do Iba e da Alba, simplesmente demais!!!!

Lígia Mônica com seu talento e seu salto exuberante se apossou do microfone e encheu ainda mais a festa de brilhantismo...
Primeiro a briga pelo buquê ( muito disputado por sinal) e a gaiata da recém casada até cometeu o disparate de fazer a Lígia anunciar meu nome e o de minha amiga Rosa Rodrigues ( todo mundo ficou olhando pra nós) . Ah... Albanira! Se a festa não fosse dela íamos mata-la, pelo mico que nos fez passar...
Mas a gente não perdeu a pose e caímos na bagunça também...
Papo vai, papo vem e a lá vai o buquêeeeeeeeeeeeee
Um monte de desesperadas partiu pro alto e uma delas pegou...
Rosa ainda pegou uma das flores ( talvez fosse o prenúncio das surpresas que a festa ainda reservava pra ela) e que surpresas heim!!!


Depois do buquê as disputas entre as famílias Encarnação e Coelho...
Foi dança, show de calouros e muita diversão pra todo mundo que estava lá.
A festa estava tão boa que também tive que cair no carimbó pra me livrar dos efeitos da Nova Schin que queria me pegar...Mas sou mais esperta e ganhei dela...
Teve até gaúcho me olhando de lado, com um olhar meio safado....
Mas o pior é que nem sei mais como faço diante dessas coisas ( não quero crer mas acho será que to ficando abestada??kkkk)...
Nada disso apenas meu coração é que está ocupado, apaixonado e não tem gaúcho do mundo que supre o meu amado...( ele é Único ).
Quanto ao Churrascooooo ...Hummm estava uma delícia!( mas é claro a especialidade dos gaúchos é churrascada)
Dois bois foram destinados para o evento, mas apenas um foi assado e ainda ficou outro para o próximo sábado...(apenas para os mais íntimos é claro, não sei se irei, acho que vou pro Carariacá, mas senão passo por lá) rsrs
A tarde foi passando, a turma tomando (todas) e de repente no final da tarde a galera começa a se soltar de verdade...
São aqueles que se liberaram depois de alguns copos de cerveja e criaram até coragem pra ir lá no microfone deixar seu recado...
Aroldo ( o Tapará – fotógrafo oficial da festa) também largou sua câmera e leu poemas para o casal (sinceramente desconhecia esse lado do Aroldo) mas foi bem interessante o que ele falou sobre o amor...


Sem falar do livro de versos em rimas feito pela irmã do Iba contando toda a trajetória de vida e as idas e vindas do casal ( e haja coração pra agüentar tanta falação).
Sérgio Fonseca (advogado) também contou sua versão, Eduardo Dourado falou com emoção e Rosa Rodrigues também abriu seu coração!
A alegria pelas homenagens se misturou as lágrimas da emoção e tudo valia a pena, nada era em vão...
Uma amiga minha (não posso dizer o nome) arrasou corações (acho que foi conseqüência do botão de rosas do buquê que ela pegou);
Nem tanto, é que ela estava mais bonita de visual novo e chamou a atenção do pessoal!
Eduardo Dourado e Sérgio Fonseca que o digam. (kkkkk)
Acho que Rosa Rodrigues também viu alguma coisa...Será?!!
Mas o que ela não viu, minha câmera da verdade ( como diz meu colega Ivaldo Fonseca) registou tudo direitinho e não perdeu um detalhe...( são poucas as vezes que se vê reunidos tantas figuras importantes da imprensa santarena, numa só vez).

O jornalista e professor Manuel Dutra também roubou a cena e tirou umas dezenas de fotos com as alunas do curso de jornalista do Iespes ( pela agonia da meninas parecia te que valia um pontinho...rsrs)
Mas valia tudo...tudo mesmo até brincar de tirar fotos com o professor!!
Manuel Dutra também ensaiou levar uma garrafa de Nova Schin (segundo ele) pra tomar à noite no churrasquinho da Dora ( e haja fôlego heim Dutra).

E a festa foi assim, com “ churasco” e muita Cuca ( um tipo de bolo da culinária gaúcha)
Nesse clima que ainda perdurava, lá pelas 21 horas, quando deixamos o local numa carona legal descolada pela Flaviane, num carrão chique de doer...
E mais ou menos assim aconteceu a festa de casamento de Ibanês e Albanira que venceram as dificuldades, os olhos gordos, os fofoqueiros de plantão nas emissoras, passaram por cima de tudo e hoje merecidamente selaram de fato e de direito esse Amor de Verdade que um dia, numa dessas peças da vida, uniu o destino dos dois jornalista e radialista...

Esse texto é minha singela forma de homenageá – los com o sincero desejo de que Deus continue os abençoando cada dia um pouco mais, mais e mais...
Ao Ibanês meus parabéns duas vezes pelo casamento e pelo aniversário!
Aos dois recém casados paz e muita felicidade!!

Esse momento, sem dúvidas, já está marcado como mais uma folha bonita dos momentos inesquecíveis da minha história no ramo da comunicação.
É mais uma peça do destino ( ensaida nos bastidores) e apresentada com Glamour de Oscar no palco da vida. Calando assim a língua maldita das tantas e tantos que se escondem por detrás da hipocrisia absurda dessa sociedade louca.
Meros e meras escravas de relações falidas camufladas pelas frestas de uma falsa união, tolindo-se da decência de viver seus verdadeiros sentimentos.

Ibanês e Albanira mostraram que o amor quando verdaeiro supera tudo
e para Deus nada é impossível.
São essas coisas que me fazem acreditar cada vez mais que apesar dos desencontros, ainda vale a pena ACREDITAR no AMOR!

Um grande beijo a Mery Frois ( acadêmica do curso de Jornalismo do Iespes ) que nos cobriu de atenção e mimos durante a festa, ( e ainda nos trouxe as fotos para blog)

Ao Ibanês e a Albanira o nosso carinho e agradecimento pela alegria que nos concederam em nos convidar para comemorar tão lindo momento!!
Aqui mais uma HISTÓRIA REAL conduzida pelas COISAS DO AMOR...

Texto: Socorro Carvalho
Fotos: Mary Frois

SEM PALAVRAS





Postagens em destaque

Maria Maria

Maria, Da lua Herdastes brilho e serenidade. Do sol Juntastes calor e esperança. Doce Maria! De encanto, de amor. Suave como a b...