terça-feira, novembro 10, 2009

SILÊNCIO...

Dentro do meu ser,
Procuro palavras que não sei dizer.
No fundo do meu olhar,
Procuro um horizonte que não sei onde está...
Tantas procuras...procuras...sem nada encontrar.
Desisto de procurar.
E no silêncio da poesia,
Adormeço na rima do verso.
Para continuar em silêncio.

Socorro Carvalho

Postagens em destaque

UM POEMA PARA ÁMON

Há dez meses... Você chegou!!! Trouxe no riso o estro. No calor O mais lindo poema de amor. Tão pequeno, tão meigo. Porém, forte e...