sábado, fevereiro 27, 2010

NOITE PASSADA...


Ontem à noite...
O sono se foi e você veio...
Feito miragem chegou e se tornou dono da minha noite...
Era você, presente através das lembranças a desfilar suave em minha mente.
Era você com sua alegria, seu sorriso bonito e seu jeito moleque...
A encantar-me com suas brincadeiras e travessuras.
Era você, meu doce menino, brincando e sorrindo.
Largado, despido de frescuras e, todo meu, sem máscaras sociais.
Em cada lembrança sua ,uma  saudade que me torturava...
Torturava - me pela falta que você me faz,
E distante, nem mais posso lhe tocar, nem sequer olhar.
Mas independente disso
As  suas lembranças eram doces...
Tinham o doce sabor dos seus lábios.
Lábios inesquecíveis que tanto me beijaram e beijaram...
E muitas vezes sugaram o néctar da minha flor.
Quantas lembranças se apossaram do meu coração...
A noite vai passando, lentamente,
Enquanto eu,
Continuo acordada com você me meus pensamentos.
O frio começava bater em meu corpo
E me vem à lembrança do seu abraço forte, quente e apertado
Abraço cheio de calor que, no outrora, aquecia meus poros.
Aconchegava minha imaginação.
Era você, o silêncio,
Que me enchia de palavras com um simples olhar.
Você que me magnetizava
Com a fragrância gostosa do seu perfume preferido.
Que sempre me levava até você.
Era você meu anjo, meu demônio...
Meu homem, meu menino.
Hoje, distantes estamos, (apesar de tão pertinho)
É o destino que a cada dia distancia-me de você, um pouquinho.
Deixando-me  rastros de saudade em meu caminho.
A madrugada chega, de mansinho...
E dentro da minha solidão choro baixinho.
É um lamento de saudade que faz arder meu coração.
De tanta saudade...
Prefiro viajar na inspiração
Retiro você dos meus pensamentos
E faço-lhe miragem ardente da minha paixão,
Poema insano e louco,
Escrito e tatuado no mais íntimo do meu ser.
O dia amanhece!
Ainda estou acordada!
Tudo recomeça...
É um dia a mais.
Mais um dia, que não tenho você em minha vida.





Socorro Carvalho

Postagens em destaque

Maria Maria

Maria, Da lua Herdastes brilho e serenidade. Do sol Juntastes calor e esperança. Doce Maria! De encanto, de amor. Suave como a b...