segunda-feira, setembro 06, 2010

DISFARCE

Preciso te encontrar,
Desvendar teu disfarce.
Abraçar-te.
Olhar nos teus olhos,
Intimidar-se.
Dar-se ao teu disfarce.


Serei obsceno.
Tentador.
Ousado...


Preciso te encontrar !
Disfarçar a coragem,
Estancar o medo.
Pegar em tuas mãos,
Tatear de desejo.


Preciso te encontrar !
Diz, face, onde estais ?
Preciso dos teus cabelos,
Agarrar-me no seu brilho,
Inconfundível,
Que sobra do seu disfarce.


Seu disfarce produz escuridão em outros olhos.
Encandeia.
Incendeia....


Preciso te encontrar !
Falar-te do meu disfarce,
Do meu amor juvenil.



Disfarce !
Fique como pedra fria recebendo um corpo quente de amor.

 
Disfarce !
Xingue !
Ignore !
Sonhe !
Ame !

Fique muda !
Utilize seu disfarce !
Amarre seu sonho junto do seu ato.


Disfarce !
Abra os braços !
Abrace o vento, sinta-o.


 
Engane um disfarce !
Procure se lamentar, até chorar.
Mas cuidado, choro sem lágrimas pode não servir como disfarce.



Disfarce !
Olhe as paredes !
Olhe o teto !
Fique sobre tudo !


Gaste meia-hora de seu tempo terminável.
Delire !
Grite !
Digestive !


Crie um novo universo !
Faça o que nunca fez antes.
Faça caretas, caretices,
Olhe para o espelho.


 
Finja que está doendo,
Faça caretas,
Faz parte do disfarce.


Mantenha-se ocupada.
Perca-se !

Quem sabe podemos nos encontrar em qualquer traço errático do mapa !

Mas,

Disfarce !






Postagens em destaque

Maria Maria

Maria, Da lua Herdastes brilho e serenidade. Do sol Juntastes calor e esperança. Doce Maria! De encanto, de amor. Suave como a b...