quarta-feira, julho 27, 2011

ETIÓPIA: ANDAR QUILÔMETROS PARA OBTER ÁGUA

Foto: Ronaldo Ferreira


Se nos países ricos basta rodar a torneira para ter acesso à água potável, em muitas nações os recursos hídricos são bastante limitados. No sul da Etiópia, é preciso caminhar horas para obter esse bem essencial.


Em Oromia, no sul do país, as mulheres caminham quatros horas para aceder à lagoa de Borena. Abdha, uma jovem de 20 anos, é uma das que percorre esse caminho, sempre em grupo e várias vezes ao dia. A seca dos últimos dois anos acabou com as fontes de água mais próximas; o gado vai desaparecendo e a lagoa já contém menos água. "Não temos sede: estamos habituadas a beber pouco", explica a jovem mãe de cinco filhos, no caminho 
do regresso, segundo a agência Irin.

As autoridades do país dizem-se preocupadas com a qualidade da água consumida pelas populações das zonas rurais. Entregaram produtos químicos para purificar a água, aos responsáveis das aldeias. Mas, nem todas as localidades foram beneficiadas, devido à falta de recursos. O governo enviou 210 camiões cisternas de água para Oromia, durante a fase mais crítica da seca. Um serviço que acabou por ser afetado pelo aumento dos preços do transporte da água em camiões, pela diminuição dos recursos hídricos e pelo mau estado 
das estradas.

No primeiro semestre de 2011, foram detectados mais de 50 casos de diarreia na região. Receia-se o alastramento de uma epidemia, na sequência da falta de água potável e falta de higiene. As autoridades locais alertam para a possibilidade da lagoa de Borena secar, até Outubro, caso não chova.

Fonte: www.fatimamissionaria.pt


MOMENTO T6 SAUDADE DESSA TURMINHA ...









Nara, Luan Brito, Luiz Augusto, Luiz Mota, Mayara, Marcelo Kaê e Yasmin.

Galerinha da T6!!




FRASES DE REFLEXÃO - BOM DIA!!!


"Aprendi através da experiência amarga a suprema lição: controlar minha ira e torná-la como o calor que é convertido em energia.  Nossa ira controlada pode ser convertida
 numa força capaz de mover o mundo."

(Mahatma Gandhi)

"Cada dia a natureza produz o suficiente para nossa carência. 
Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não havia pobreza no mundo e ninguém morreria de fome."

 (Mahatma Gandhi)


Postagens em destaque

POEMA CABOCLO

Meu amor... Tem cor de alvorecer. Carícia de brisa das manhãs. Cor de pôr do sol. Aroma de cupuaçu... Sabor do bombom de muruc...