quinta-feira, maio 10, 2012

O SONHO


Sonhe com aquilo que você quer ser,
porque você possui apenas uma vida
e nela só se tem uma chance
de fazer aquilo que quer


.
 Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.

As pessoas mais felizes não tem as melhores coisas.
Elas sabem fazer o melhor das oportunidades
que aparecem em seus caminhos.

A felicidade aparece para aqueles que choram.
Para aqueles que se machucam
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem
a importância das pessoas que passaram por suas vidas.


Clarice Lispector



Karla ,
Neste dia especial, do seu aniversário, empresto um poema de Clarice Lispector para dedicar a você.
Sonhe, sempre. Acredite em seus ideais. Continue linda com essa essência que encanta e perfuma os caminhos por  onde passas. Para que assim sejas sempre lembrada com carinho pelo seu jeito ímpar de ser.
Grande abraço, saúde e que Deus abençoe os teus dias.

Feliz  Aniversário!!!

Grande abraço!!


Com carinho da 


Socorro Carvalho


* Karla Lima é estudante de Jornalismo no IESPES e seguidora do blog  Minhas Inspirações





VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES CRESCEU 200% EM 30 ANOS


Entre os anos de 1980 e 2010 aproximadamente 91 mil mulheres foram assassinadas no Brasil. O “Mapa da Violência no Brasil 2012” apresentou nesta semana, um caderno especial denominado “Homicídio de Mulheres no Brasil”. No documento consta que a última década concentrou 43,5% das ocorrências do período avaliado.

O percentual de vítimas identificadas anualmente cresceu mais de 200% em 30 anos. Em números proporcionais, o relatório destaca um índice de 4,4 homicídios para cada grupo de 100 mil representantes do sexo feminino. Essa situação coloca o Brasil em sétimo lugar no ranking dos países onde mais ocorrem feminicídios.

A partir dos dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação do Ministério da Saúde, o relatório identificou 48.152 atendimentos a mulheres relativos à violência doméstica, sexual e outras formas de agressão. Em média, a cada cinco minutos, uma mulher é agredida no país.

Em 69% dos casos notificados, a mulher sofreu a agressão na própria residência, sendo o cônjuge o principal agressor. Em segundo lugar vem a via pública, onde foram verificados 17% dos casos. Essas notificações são realizadas pelo gestor de saúde, diante da suspeita de situações de violência.

O Mapa da Violência ainda mostra que no ano de 2007 a taxa de homicídios contra mulheres teve a primeira queda do período avaliado. A redução foi atribuída à entrada em vigor da Lei Maria da Penha, no fim de 2006. No entanto, o índice voltou a crescer sem interrupções a partir de 2008.

Fonte: Radioagência NP - Jorge Américo.
Boletim: Fadesp

Postagens em destaque

DANIELLE LIMA!! PARA VOCÊ, UMA CARTA DO MEU CORAÇÃO... FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

Querida filha, Danielle Katrine Hoje, pensei em te fazer um poema!! Rimar versos para te falar do meu amor... Mas como poetizar,...