terça-feira, julho 24, 2012

O AMOR BATE NA PORTA


"Daqui estou vendo o amor
irritado, desapontado,
mas também vejo outras coisas:
vejo corpos, vejo almas
vejo beijos que se beijam
ouço mãos que se conversam
e que viajam sem mapa.
Vejo muitas outras coisas
que não posso compreender..."
Carlos Drummond

Postagens em destaque

POEMA CABOCLO

Meu amor... Tem cor de alvorecer. Carícia de brisa das manhãs. Cor de pôr do sol. Aroma de cupuaçu... Sabor do bombom de muruc...