segunda-feira, agosto 20, 2012

NO UNIVERSO DO MEU VERSO


Sobre as nuvens viajo
Enquanto meus olhos
Contemplam  o infinito.
Vejo  montanhas alvas
De formatos diversos.
Nuvens límpidas...  branquinhas.
Meu olhar se perde na poética  do universo.
Sob o contraste  azul e branco, das nuvens.
Surgem versos coloridos,
Rimas de bem querer.
No universo do meu  verso,
Minha inspiração é você.

Socorro Carvalho
Altamira 18.08.2012

POEMA



É sempre nos meus pulos o limite.
É sempre nos meus lábios a estampilha
É sempre no meu não aquele trauma.


Sempre no meu amor a noite rompe.
Sempre dentro de mim meu inimigo.
E sempre no meu sempre a mesma ausência
.


Carlos Drummond

Postagens em destaque

VERSOS, PARA MEU NETO...

Um dia você chegou... Trouxe consigo o melhor verso. A brisa que acaricia, O vento que embala. Seu sorriso trouxe o alvorecer.   ...