domingo, novembro 25, 2012

DOIS...


 Apenas dois.
 Dois seres...
 Dois objetos patéticos.
 Cursos paralelos
 Frente a frente...
 ...Sempre...
 ...A se olharem...
 Pensar talvez:
 Paralelos que se encontram no infinito...
 No entanto sós por enquanto.
 Eternamente dois apenas.
 Pablo Neruda

Postagens em destaque

DANIELLE LIMA!! PARA VOCÊ, UMA CARTA DO MEU CORAÇÃO... FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

Querida filha, Danielle Katrine Hoje, pensei em te fazer um poema!! Rimar versos para te falar do meu amor... Mas como poetizar,...