quinta-feira, junho 13, 2013

A Selva e o Mar

Foto: do facebook do Paulo Paixão
Sua mãe nasceu no mar e era, inteirinha, amor ao mar. Ah! Você quer saber o que é o amor… Amar é querer trazer para bem perto aquilo que está longe, abraçar, esforço de pôr dentro aquilo que está fora, beber, com prazer, aquilo que fez os olhos sorrir. Pois é: ela bebia do mar tudo o que via, e o mar nela morava e ela o mar namorava: a imensidão azul mistério, as coisas que viviam nas suas funduras: corais vermelhos, algas verdes, peixes de cores brilhantes, incebergs branco-gelados de mares não vistos, músicas silenciosas de catedrais encantadas. Assim era o corpo da jovem. Você acha estranho? Pensava que o corpo era feito de carne, de sangue e de ossos? Puro engano. Nosso corpo é feito daquilo que o amor pôs lá dentro. E onde o amor quis, mas não pôde, ficou um vazio, que é onde mora a saudade… Assim era o corpo daquela jovem, quase menina: havia os sons acolhidos por seus ouvidos, barulho de ondas, um paciente ir e vir sem fim como a vida… Odores de coisas marinhas entravam lá dentro pelas narinas pulsantes e faziam bem a lugares ocultos; perfumes azuis de marolas e aromas de pérolas brancas…Leia o texto completo...

Arquiteto dos momentos


Outro dia eu estava com ela numa loja de roupas femininas, sentado pacientemente no meu canto, quando começou a tocar, nos alto-falantes, a música Georgia, cantada por Ray Charles. É talvez o blues mais triste e mais bonito que já foi composto. Enquanto os primeiros acordes da canção enchiam a loja, ela saiu do mostrador com um vestido lindo, sorrindo, e meu coração se encheu de ternura. Algo me diz que vou lembrar daquele instante pelo resto da vida.

Hoje, quando muita gente celebra o Dia dos Namorados, lembrei de um amigo que é o mestre dos momentos, o Oscar Niemeyer das ocasiões especiais. Ele é capaz de transformar qualquer situação num momento inesquecível. Sem esforço aparente, e com imensa eficiência, planeja datas como a de hoje para que se transformem em pérolas na memória da mulher que ele ama.

Às vezes ele organiza uma viagem em segredo, outras vezes aparece com um presente inesperado, frequentemente prepara surpresas domésticas - um jantar, um café da manhã, um maço de flores - para sinalizar que ele se lembra, para mostrar que a presença dela é importante, para deixar claro, claríssimo, que ainda pensa nela apaixonadamente, e que os sentimentos por ela não se tornaram apenas parte da mobília. 

Especial Dia dos Namorados - Rômulo e o Amor




Estou muito feliz, não por ser dia dos namorados, mas por ser o nosso dia. Há 2 anos nos comprometemos amar e respeitar um ao outro pra sempre. O tempo voa e aqui estamos numa data onde o comércio comemora, novos romances se iniciam e o que já foi construído ganha ainda mais força.

Te amo!

Rômulo D ' Castro



Blog Minhas Inspirações

* O amor quando é verdadeiro, vai muito  além de todos os significados que nós, simples mortais,  podemos denomina-lo .. É  O AMOR. E o Amor é LINDO !!
Felicidades pra você e seu Amor,  Rômulo!!



Especial Dia dos Namorados - Carol & Pedro



Eu Quero Ser Teu Sol


Inesquecível foi o seu olhar
Meu coração só quer você pra amar
Imprevisível seu jeito de ser
Eu sem você não da pra imaginar

Eu quero você descobrindo os meus sentidos
Revelando os motivos do meu pensamento
Eu quero você sussurrando aos meus ouvidos
Refazendo os caminhos
Do nosso momento

Eu quero ser teu sol
Eu quero ser teu ar
Sua respiração
A fonte desse amor veio do seu olhar
Direto pro coração

Eu quero você descobrindo os meus sentidos
Revelando os motivos do meu pensamento
Eu quero você sussurrando aos meus ouvidos
Refazendo os caminhos
Do nosso momento

Eu quero ser teu sol
Eu quero ser teu ar
Sua respiração
A fonte desse amor veio do seu olhar
Direto pro coração (2x)

A fonte desse amor veio do seu olhar

Direto pro coração


Jorge e Mateus 


Carol  & Pedro!! Lindo casal,  que está descobrindo o amor.
Pedro é meu filho e com essa música já acordei vários dias. 
Por isso, postei aqui na homenagem .



Blog Minhas Inspirações

Especial Dia dos Namorados - Danielle e Fábio Pires

 É assim que te quero, amor,
assim, amor, é que eu gosto de ti,
tal como te vestes
e como arranjas
os cabelos e como
a tua boca sorri,
ágil como a água
da fonte sobre as pedras puras,
é assim que te quero, amada,
Ao pão não peço que me ensine,
mas antes que não me falte
em cada dia que passa.
Da luz nada sei, nem donde
vem nem para onde vai,
apenas quero que a luz alumie,
e também não peço à noite explicações,
espero-a e envolve-me,
e assim tu pão e luz
e sombra és.
Chegastes à minha vida
com o que trazias,
feita
de luz e pão e sombra, eu te esperava,
e é assim que preciso de ti,
assim que te amo,
e os que amanhã quiserem ouvir
o que não lhes direi, que o leiam aqui
e retrocedam hoje porque é cedo
para tais argumentos.
Amanhã dar-lhes-emos apenas
uma folha da árvore do nosso amor, uma folha
que há-de cair sobre a terra
como se a tivessem produzido os nosso lábios,
como um beijo caído
das nossas alturas invencíveis
para mostrar o fogo e a ternura
de um amor verdadeiro.



Pablo Neruda


Danielle & Fábio

Deus continue abençoando e  cuidando,
 para que esse Amor se renove em cada novo alvorecer
e se fortaleça ainda mais em cada anoitecer.


Blog Minhas Inspirações

Postagens em destaque

VERSOS, PARA MEU NETO...

Um dia você chegou... Trouxe consigo o melhor verso. A brisa que acaricia, O vento que embala. Seu sorriso trouxe o alvorecer.   ...