sexta-feira, dezembro 27, 2013

AS HORAS PASSAM...

 As horas passam, ainda assim, o tempo permanece estagnado...
A noite fria, já  não me  inspira versos...
Aos poucos a  leitura necessária  vai sendo  vencida pelo sono insistente.
O corpo cansado pede da mente  um descanso...
O sono vem  e me toma nos braços.
As horas passam...
Cá dentro, o tempo continua inerte.
De repente, o sono  agasalha  pensamentos e  cansaço .
Na espera de um sonho bom...
Agarro-me com o sono e...
Adormeço.



Socorro Carvalho

PARADA CARDÍACA


 Essa minha secura
essa falta de sentimento
não tem ninguém que segure,
vem de dentro.
Vem da zona escura
donde vem o que sinto.
Sinto muito,
sentir é muito lento.


Paulo Leminsk

Postagens em destaque

AH, ESSE AMOR!! AH, ESSE APEGO...

Ela tinha nos olhos um vislumbrar de esperança e no coração sentimentos inesquecíveis. Nas horas tristes escrevia novos versos. Li...