quinta-feira, junho 12, 2014

GRITO DO MEU VERSO


Não quero suprimir o  verso...
Ele é  a voz que  faz gritar meus intentos.
É devaneio  dos meus sentimentos.
No meu verso.
Faço-te poética, inspiração.
Amo-te!
És verso e reverso.
Poema, rima, ritmo, alegria...
Pulsar feliz do meu coração.





Socorro Carvalho

Postagens em destaque

UM POEMA PARA ÁMON

Há dez meses... Você chegou!!! Trouxe no riso o estro. No calor O mais lindo poema de amor. Tão pequeno, tão meigo. Porém, forte e...