segunda-feira, dezembro 15, 2014

DESEJO... DESEJO...DESEJO


Num canto qualquer
Meu corpo se desnuda sob o seu...
Há ânsia no querer.
Desejo extrapolando pelos olhos.
Poros que se dilatam em  chama ardente,
Fogo que acende da minha boca na sua.
Corpos ardentes são chamas...
Chamas que se chamam
No apogeu de nossos corpos sobrepostos.
Doce fantasia degustada em segredo.
Malícia boa...
Perfume de cio...
Cheiro de amor,
Fragrância de paixão.
Mãos que se encontram.
Mistérios que se encaixam...
Bocas que se se calam em beijos quentes.
Corpos acessos.
Desejo... desejo... desejo...


Socorro Carvalho

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...