sexta-feira, março 31, 2017

TV PONTA NEGRA – ROTA 05 : SENSAÇÕES...


No início da semana, Antônio Jr esteve lá em casa para me convidar a ir participar do quadro: “PASSEI POR AQUI...”, na Tv Ponta Negra, programa Rota 05. Ele foi lá e eu, como sempre, não estava. Ai ele aproveitou e se acampou. Teve todo tempo do mundo para selecionar, com a conivência, de mais gente lá de casa ( ainda não sei de quem, mas vou descobrir) pegou minhas fotos bizarras, de um tempo distante..kkkkk  Ainda bem que o tempo passa e eu, claro, continuo muito bem e vou seguindo,   igual vinho....rsrs Mais velha e mais gostosa!!! Kkkkk Pelo menos, eu me acho. Se não achas. Azar o teu. Sou mais eu.

Enfim, só sei que Antônio Jr.  junto com Everaldo Pereira (patrimônios da Ponta Negra) me aprontaram uma linda surpresa, dentro do quadro. Com destaque à dança, que nem lembro mais de onde tiraram tais imagens. Mas era eu e isso basta. rsrs ( vamos pular essa parte)rsrs

Foi ótimo,  voltar naquele lugar  onde pude iniciar minha vida profissional e me apaixonar por Comunicação. Os momentos de lembranças foram bons, mas não melhores que encontrar os colegas, o  ex patrão e ser muito bem acolhida por essa turma. Por lá, está tudo diferente!! Até mais bonito!! Porém, o meu sentimento de gratidão e paixão, por aquela emissora,  permanece o mesmo.

Engraçado! Trabalhamos anos e anos, por detrás dos bastidores para que o colega de frente, da tela, do microfone,  faça bonito e seja sucesso. Assim ocorrem as coisas nesse universo televiso, radiofônico,  ou seja, da comunicação. Foi assim, por detrás das câmeras que vivi grandes momentos e lindas sensações de alegria, felicidade etc.

Na hora do quadro, Antônio Jr.  pediu que eu citasse um momento marcante, foi difícil. Porque, naquela emissora vivi grandes e inesquecíveis momentos. Era feliz, dentro do meu tempo. E eu citei,  que um dos momentos mais lindos foi quando o programa solicitou ajuda a uma família, que teve a casa totalmente queimada num incêndio. Enquanto a matéria ainda estava  rodando, no ar,  já chovia  um monte de ligações com muitas coações. E foi telha, madeira, cama, fogão, geladeira, colchões, roupas, calçados, cestas básicas etc. Foi emocionante! Choramos juntos, de emoção! De felicidade, em saber que aquela família ia poder novamente construir sua casa e abrigar suas crianças. Marcou muito!! Já, o  momento mais triste que vivi por lá, foi ver um senhor que morreu num acidente de ônibus e teve um pau atravessando seu peito. Foi terrível!! Chorei horrores. Quem me conhece sabe que sou muito chata, mas tenho um coração de lágrimas, bobo, sentimental. Foi impossível conter a tristeza. Nossa!!

Além, das histórias felizes tiveram as situações  engraçadas e as famosas e inesquecíveis confraternizações e festas de aniversários, na casa de  seu Travassos ( contador da empresa), casa da Dira (repórter da tv), festa na casa de D. Raimunda Cordeiro (mãe da Dira) ao som de Beto Barbosa etc. Conforme dizia Nivaldo Pereira _ “ Vocês quebram a vidraça  da janela só pra depois comprarem o vidro e festejar o conserto da vidraça”. Era mesmo, tudo era motivo de festa para nós. Isso com a parceria de todos os gerentes que por passaram por lá. Como eram os chefes, sempre sobrava, pra eles, a doação de cervejas que era mais cara e o legal é que eles davam a cerveja e participam, Inácio, Mota, Brelaz. Isso, sem falar das noitadas no bar do seu Chico, point de todo final de mês quando saia o salário!! Por lá, ia cada figura e eram muitas as histórias.

Voltando ao programa Rota 05, realmente,  eu estava muito emocionada!! Porém, quando apareceram as fotos do Paulo Araújo, foi foda. Senti um negócio estranho, éguaaaa!! Num é que o fdp estava lá nos olhando ( os bons entenderão). Ele era chato pra caralho, mas  era só capa. Na essência, era um grande companheiro de todas as horas e para todas as horas, bastava o colega cair na graça dele. Porém,  se fosse ao contrário? Humm! Sem comentários!! Já não estava mais na Ponta Negra, mas foi muito chato, quando soube da sua morte. Mas hoje ele estava lá, acompanhando. Ainda bem que só olhando e não inventou de me chamar de “Carvalhos”, “Helps”, conforme me chamava. Kkkkkkk  O Paulo era o cara, mais pauleira que já conheci,  gostava mesmo era de som alto, barulho mesmo. Era ele que fazia limão com conhaque, pimenta do reino pra curar minha gripe, garganta. E era sempre uma ótima companhia para tomar uma estupidamente gelada. Apesar de gostar  mesmo  de uma boa cachaça.

Ah, Ponta Negra! Tantas histórias para contar e outras que devem permanecer no silêncio, eternizadas.  

Ao Nivaldo Pereira, toda gratidão!! Continua lá, graças a Deus, curtindo seu brinquedo preferido a rádio e  a tv !! Continua com seu cabelo eriçado e com seu olhar por debaixo dos óculos, kkkkkk, muito massa!!

Ao Antônio Jr e sua equipe, meu muito obrigado pela acolhida e inúmeras boas sensações que me causaram.

13 anos depois, retorno à inesquecível Ponta Negra, para relembrar e foi muito legal!!! Melhor, ainda, foi encontrar  uma de minhas sementes Marinalva – operadora de máster, estagiou comigo, foi admitida e continua por lá, até hoje. Que bacana!!


Só me resta agradecer a Deus, por esse momento de carinho e lembrança.
Deus abençoe a todos nós e que livre de toda maldade Nivaldo Pereira e sua turma!!,
Ele foi um grande patrão e com ele aprendi muito, podes crer.
Sensações...Até de outras vidas...Mas valeu, muito!!

Obrigada pelo convite e um grande abraço, Antônio Jr, Nivaldo, Everaldo e demais colegas!!!


Socorro Carvalho


Momentos nos bastidores da Tv Ponta Negra... 





















Postagens em destaque

UM POEMA PARA ÁMON

Há dez meses... Você chegou!!! Trouxe no riso o estro. No calor O mais lindo poema de amor. Tão pequeno, tão meigo. Porém, forte e...