segunda-feira, setembro 11, 2006

AO MEU AMIGO VIRTUAL (EDSON)

Por acaso do acaso
Entre os chat’s do Mundo globalizado
Nossas vidas se cruzaram.
Você
Divertido, engraçado
Conquistou minha atenção.

Seu jeito moleque
Fazia-se presente...
Todas as noites
Na mesma sala
Na mesma hora
Como se respondesse assíduo
A freqüência do destino.

Piadas
Risos
Bytes de bobagens
Preenchiam a solidão de nossas vidas.

Você
Se tornou constante
E de repente
Até parecia que éramos amigos de verdade.

Hoje
Depois que tanto tempo se passou
Você continua
A me enviar mensagens
A contar-me sobre você sua família
Seus projetos
Suas alegrias e tristezas.

Você é o amigo
Que vibra com meu sucesso
Que se solidariza com minha dor,
E enche de carinho minha caixa eletrônica.

O que me dá a certeza
De que nossa amizade
Permanece
O carinho é recíproco
Em nossos corações.

Prova de que
Você não é tão virtual assim
È real
Um gaúcho lindo
Um ser humano maravilhoso.

Edson!
O grande pintor!
Que pinta o sete lá no Sul
E mora aqui no Norte
Dentro do meu coração.


Socorro Carvalho

AMOR ANÔNIMO


Faço de você mil inspirações
Verso, poesia, rima
Seu nome?
Tenho que guardar
Calar
Não posso citar.

Você é ninguém
Talvez alguém
Sei lá...

Seus recados
Você não pode assinar
Seu amor
Você não pode gritar
É mudo
Ama no silêncio
A hipocrisia
Tortura seu desejo.

Não pode dizer seu nome.
Nem sequer escuta
A canção afinada de amor que lhe ofereço.

Entre uma multidão de rostos
Você está lá
Calado
No silêncio temeroso do seu coração.

Muitos chamam este silêncio
Covardia
Outros chamam
Prevenção, cuidado
Vaga ilusão.

Amor sem nome
Anônimo
Guardado em mim.

Socorro Carvalho

PADRE ADEMAR...


Como é maravilhoso
Falarmos de alguém que nos é especial.
Especial pelo sorriso alegre que vem de sua face.
Especial pelas palavras abençoadas que vêm de sua voz.
Especial pelo carinho admirável que emana de seu coração.
Especial pela alma generosa que habita sua pessoa humana.

Por estes e tantos outros motivos.
É que você, Pe.Ademar, se tornou tão especial em nossos corações.
Com espírito de comunidade sabe conduzir seu pastoreio
Com carisma de amizade, dedicação singular, alegria e amor.
Em cada gesto, carinho e afeição
Que faz renovar em cada coração a certeza de paz e fraternidade.

Hoje
No dia de seu aniversário
Estamos contentes pela sua presença firme entre nós.
Nosso olhar está em festa
Nossos corações celebram a alegria da sua existência.
Tudo que lhe desejarmos é pouco
Tão grande é a satisfação que nos envolve neste instante.

Hoje
Queríamos pedir a Deus uma infinidade de coisas boas para dar a você.
Mas resolvemos resumir e pedimos apenas SAÚDE.
Ela é a mola mestra.
Para que prossiga por mais tempo entre nós.
Através dela sem dúvidas
Encontrará o caminho para chegar a todas as outras coisas boas que merece.

As bênçãos de Deus você já recebe todas as manhãs.
No sol que lhe beija a face.
Na água que lhe sacia a sede.
No vento que refresca seu calor.
Na terra fértil que lhe dá o alimento.
Além de tudo isso.
Deus ainda lhe deu um coração justo e precioso.
Para cumprir sua árdua missão de evangelizar seu povo.

Pe. Ademar!
Parabéns pelo seu aniversário!
Parabéns por ser essa pessoa MARAVILHOSA!
A semear palavras, com gestos de bondade em nossa comunidade.
FELICIDADES!!!



Dedico com todo carinho esta poesia-mensagem, ao Pe. Ademar Ribeiro.
Como tradução do carinho de cada comunitário da Igreja de São João Batista.
Um grande abraço!

Socorro Carvalho

Santarém, 09 de Setembro de 2006.
Data de Aniversário de Pe. Ademar Ribeiro
(Pároco da Comunidade São Joaõ Batista - Jardim Santarém)

MISSÃO















Numa manhã
Lúcida bela
O povo caminha
Firme à capela

Simples alegre
A maneira de ser
Opressão injustiça
Sempre a sofrer

Lastima-se da vida
Trabalha com rigor
Mostra-se pequeno e
Grande agricultor
Luta pela conquista
Dos direitos que merece
Denunciando o trabalho
Que o governo exerce

O grande capitalismo
A grande exploração
Tendo o pequeno pobre
Como mancípio em sua mão

Esse que trabalha
Dá duro pra sobreviver
Sustentando sua humilde família
NA esperança de viver

Gozando a liberdade
Reconhecendo seu valor
Anunciando a verdade
Ao povo sofredor.


Waldely Fernandes

Postagens em destaque

Maria Maria

Maria, Da lua Herdastes brilho e serenidade. Do sol Juntastes calor e esperança. Doce Maria! De encanto, de amor. Suave como a b...