domingo, outubro 29, 2006

INESQUECÍVEL


Inesquecível é...
O sabor do teu beijo
O calor do teu abraço
O cheiro da tua pele

Inesquecível é...
O teu sorriso mais lindo
A tua voz em sussurros
O teu êxtase entre gemidos


Inesquecível é...
A ousadia do teu carinho
A malícia do teu olhar
A insensatez das tuas carícias


Inesquecível é...
A canção que embala nosso amor
A poesia louca que versa teu ser
A mágica que fluí de tuas mãos

Inesquecível é...
A loucura do teu ato de amor
O gosto do teu hálito doce
O roçar maravilhoso do teu corpo no meu


Inesquecível é ...
O amor
Que você fez nascer em meu coração.



Inesquecível é... Você!

Socorro Carvalho
* Linda né?
Para você com carinho...
Te Adoro!!

CREIA






Quando as circunstâncias disserem que não:
CREIA!


Quando os levantes do inimigo quiserem lhe lançar ao chão:
CREIA!



Quando o gigante vier lhe afrontar:
CREIA!


Quando o mal tentar lhe derrubar:
CREIA!


Quando suas esperanças parecerem chegar ao fim:
CREIA!


Quando não souber o que fazer:
CREIA!


Quando as forças estiverem se findando dentro de vc:
CREIA!


Quando a lágrima rolar em sua face:
CREIA!


Quando parecer que tudo chegou ao limite:
CREIA!

CREIA
Porque há Deus que está no alto dos Céus
e nos ama infinitamente.


CREIA
Porque Ele nos deu seu Filho, Jesus,
que está sempre conosco intercedendo por nós junto ao Pai.



CREIA
Porque Jesus ressuscitado nos deixou o Espírito Santo
para morar dentro de nós.


Se está adormecido,
desperte-O.


CREIA
Porque Deus está preparando um grande banquete para comemorar a sua vitória!



CREIA
Porque Deus não nos quer derrotado,
por isso é que com Ele somos mais que vencedores!


CREIA
Porque Deus existe,
é real e só age na hora e da forma que verdadeiramente precisamos!


CREIA!



Autoria desconhecida

* Dá-lhe Lula!!!

Que a festa é NOSSA!!!!

CANTO A FIDEL


Vamos,
ardoso profeta da alvorada,
por caminhos longínquos e desconhecidos,
liberar o grande caimão verde* que você tanto ama...


Quando soar o primeiro tiro
e na virginal surpresa toda selva despertar,
lá, ao seu lado,
seremos combatentes
você nos terá.

Quando sua voz proclamar
para os quatro ventos
reforma agrária,
justiça, pão e liberdade,
lá, ao seu lado,
com sotaque idêntico,
você nos terá.

E quando o final da batalha
para a operação de limpeza contra o tirano chegar,
lá, ao seu lado,
prontos para a última batalha,você nos terá...

E se o nosso caminho for bloqueado pelo ferro,
pedimos uma mortalha de lágrimas cubanas
para cobrir nossos ossos guerrilheiros
no trânsito para a história da América.
Nada mais.

Caimão verde era o nome alegórico atribuído à ilha de Cuba.


(Ernesto "Che" Guevara -
poema escrito pouco tempo antes de embarcarem no iate Granma rumo à Cuba, em homenagem a Fidel Castro)



*Achei linda esta poesia!
Então, resolvi postar, aqui,
em homenagem a Luiz Inácio Lula da Silva.
Ele fez aniversário na última sexta-feira, dia 27 de outubro.
Quando completou 61 anos de vida!!!
E Hoje, é bem certo que vai ganhar de presente, a sua REELEIÇÃO!!!

SÓ UM POEMA...


Tu eras também uma pequena folha,
que tremia no meu peito.
O vento da vida pôs-te ali,
A princípio não te vi: não soube que ias comigo,
até que as tuas raízes atravessaram o meu peito,
se uniram aos fios do meu sangue,
falaram pela minha boca,
floresceram comigo.(casa de caranguejeiro de Soure-MArajó-PA. )
Aqui o amor é feito com cheiro do mato orvalhado
e com a simplicidade das peles sem perfume nenhum,
a não ser aquele com o qual nascemos!
E é claro, um certo toque de mangue! (Comunidade de Joanes-Salvaterra-PA.)
Os bichos soltos refletem a liberdade da almas de seus habitantes.
Lá as únicas fronteiras são econômicas
e são os homens do sul quem as instauram!(Beija-flor na minha jenela... )
Fui eu quem mandou o beijo!
(Praia de joanes-Salvaterra-Marajó-PA.)
Maré seca e ao fundo o atlântico
com a cor do Amazonas e todo doce!!!
(Praia do pesqueiro-Soure-PA)
Aqui, vivi momentos de pura beleza!
Os coqueiros são como amantes
entregues ao vento e aos dias!

Chuva na estrada a caminho do pesqueiro...

água e mata!

beleza pura e o cheiro é delicioso! Eu, testemunha de todas essas belezas!

Não te quero senão porque te quero,

e de querer-te a não te querer chego,

e de esperar-te quando não te espero,

passa o meu coração do frio ao fogo.

Quero-te só porque a ti te quero,

Odeio-te sem fim e odiando te rogo,

e a medida do meu amor viajante,

é não te ver e amar-te, como um cego.

Tal vez consumirá a luz de Janeiro,

seu raio cruel meu coração inteiro,

roubando-me a chave do sossego,

nesta história só eu me morro,

e morrerei de amor porque te quero,

porque te quero amor,

a sangue e fogo.

Nívia Maria Corrêa Mota (Jornalista)

Uma amigona linda! Inteligente ao extremo!

Minha ex colega da inesquecível turma, de antigamente, da Tv Ponta Negra!

Humm que saudade!!

Irmã do meu cunhadinho Jorge Mota e minha amiga particular!!

Postagens em destaque

Maria Maria

Maria, Da lua Herdastes brilho e serenidade. Do sol Juntastes calor e esperança. Doce Maria! De encanto, de amor. Suave como a b...