terça-feira, abril 15, 2008

VOCÊ É MEU FRISSON...SABIA?

" Você caiu do céu
Um anjo lindo que apareceu
Com olhos de cristal
Me enfeitiçou, eu nunca vi nada igual...
Estrela em forma de gente
Invasora do planeta Amor
Você me conquistou..."

Amor!
Para você!
Uma flor cheia de amor...
E versos de uma bela canção
Para enfeitar e alegrar seu dia!

Te Amo!
Beijos!
Socorro Carvalho

ESTRELAS DO PARÁ

Por que, que eu não me acho nesse mar de céu
onde lágrimas transbordam de saudade?
Por que todas as estrelas são todas infinitas
com seus mantos de ilusão a cegar olhos?


Das aventuras do caminho eterno
Esta uma dor que apagará jamais e a incerteza do amanhã
Quantas estrelas ainda surgirão ate que me encontre nessa imensidão
De mundos distantes do meu lar?


Quantos soluços ainda sufocarão no meio da noite escura
E quanto meus pés ainda esperarão ate pisar as areias
brancas de Alter do Chão do meu adorado Sairé?


De onde vêm as lembranças mais doces…
Onde tudo de simples e belo
E onde os pobres são os que mais se ajudam


Ah, povo alegre e festeiro
Gente boa que não acaba
Que se encontram nas festas juninas pra tomar o tacacá
Ah, que saudade eterna do meu lindo Pará.

Rosi Sobotkova
Cidade de Praga _ República Tcheca


Rose,

Quanta saudade em seus versos...
Portanto, deixo aqui um pouco das nossas coisas para você amenizar essa saudade!
Delicie-se e um grande beijo!

Socorro Carvalho

Frutas da Nossa linda região Amazônia
Cupuaçú, tucumã e etc...


Farinha de Tapioca...



Sorvete de Açaí



Bolinho de Piracuí (da Neri)



Fotos: Revista Pará

ROMÁRIO SE DESPEDE DO FUTEBOL PROFISSIONAL

O atacante Romário, 42 anos, anunciou hoje, de forma oficial, a sua despedida do futebol profissional. No Rio de Janeiro, o agora ex-jogador prometeu voltar aos campos apenas para disputar a sua partida de despedida, caso ela aconteça.


"Minha fase já passou. Oficialmente, pode ser que eu faça o jogo de despedida com a camisa da Seleção ou com uma camisa personalizada dos três times que eu defendi no Rio (Flamengo, Fluminense e Vasco). Isso realmente seria um sonho para mim", disse Romário, que lançou hoje o DVD "Romário é Gol", que reproduz mais de 910 gols do ex-atacante.

"Eu gostaria de ter uma festa no Maracanã para encerrar a minha participação no futebol. Como eu já havia comentado antes, não pretendo seguir a carreira de técnico, mas se o presidente (da CBF) Ricardo Teixeira quiser contar comigo para campanha do Brasil na Copa (de 2014), eu vou gostar muito", completou Romário.

Com 1002 gols anotados na carreira, Romário encerra seu ciclo no futebol profissional depois de tentar a sorte como técnico do Vasco. No início do ano, ele comandou a equipe cruzmaltina em algumas oportunidades, mas deixou o cargo.


Após 22 anos como profissional, o Baixinho acumulou recordes, títulos, polêmicas, artilharias e marcas históricas.



O craque ficará marcado como um dos maiores jogadores da história do futebol brasileiro. Romário tem, por exemplo, mais gols do que o Rei Pelé se forem considerados apenas jogos oficiais pelos clubes e pela seleção brasileira.


Além das conquistas pelos clubes, Romário também se destacou com a camisa da Seleção Brasileira. O principal título obtido pelo atacante foi a Copa do Mundo de 1994, nos Estados Unidos, quando ele liderou a equipe verde e amarela na conquista do tetra.


Curiosidades da carreira do craque

Romário encerra a carreira com 1.002 gols (como profissional e amador). A última vítima do Baixinho foi o Grêmio, no dia 9 de junho de 2007, pelo Campeonato Brasileiro.

Romário foi o único jogador que não atuava no continente europeu a fazer parte da lista dos melhores do mundo da Fifa. Em 1995, o Baixinho ficou em 4º lugar atuando pelo Flamengo.

Romário é o maior artilheiro da Copa do Brasil, com 34 gols em 44 jogos.

Romário fez cinco gols em uma partida duas vezes na carreira. Em 1990 pelo PSV em um amistoso contra o Rodan, e em 1996 pelo Flamengo, contra o Olaria, pelo Campeonato Carioca.

Romário levou 11 partidas para marcar o seu primeiro gol como profissional. Foi em 1985, contra o Nova Venécia, em um amistoso do Vasco no Espírito Santo.

O maior jejum de gols da carreira de Romário durou 12 jogos. Ocorreu em 1986, quando o Baixinho defendia o Vasco.

Romário imortalizou a camisa 11. Mas o Baixinho brilhou na Europa usando outros números. No PSV, da Holanda, o atacante vestia a camisa 9. E no Barcelona, da Espanha, quando sagrou-se campeão espanhol e foi eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa em 1994, usava a camisa 10.

O nome escolhido pelos pais do Baixinho foi uma homenagem ao "Homem Dicionário", personagem famoso da Rádio Nacional nos anos 60, que se chamava Romário.

Romário é o jogador que mais vezes foi o artilheiro do Campeonato Carioca em toda a história. Foram sete, sendo quatro pelo Flamengo (1996, 1997, 1998 e 1999) e três pelo Vasco (1986, 1987 e 2000).

O Baixinho perdeu duas vezes o título do Mundial de Clubes nos pênaltis. Em 1988, o PSV foi derrotado pelo Nacional, do Uruguai. E em 2000, o Vasco perdeu para o Corinthians. Nos dois jogos, o Baixinho acertou a cobrança dele. Mas os companheiros...

Romário foi o jogador mais velho a se tornar artilheiro do Campeonato Brasileiro. Em 2005, quando fez 22 gols, o Baixinho estava a pouco mais de um mês de completar 40 anos.

O ano 2000 foi o melhor da carreira do craque. O Baixinho marcou 73 gols, sendo 66 pelo Vasco e sete pela seleção.

Romário começou a marcar mais gols após os 30 anos. A média do Baixinho antes dos 30 era de 0,77 gol por jogo. Depois, passou a ser 0,86 gol por jogo.

O Baixinho tirou a seleção brasileira de dois jejuns de títulos. Em 1989, depois de 40 anos, o Brasil conquistou a Copa América com um gol de Romário na final contra o Uruguai. Em 1994, após 24 anos, o Brasil ganhou a Copa do Mundo. O craque, com cinco gols, foi eleito o melhor jogador da competição.

Romário vestiu 11 camisas na carreira: do Olaria (como amador), Vasco, PSV, Barcelona, Flamengo, Valencia, Fluminense, Al Saad, Miami, Adelaide e da seleção brasileira.

Com 154 gols, Romário é o segundo maior artilheiro da história do Campeonato Brasileiro. O camisa 11 só fica atrás de Roberto Dinamite, que fez 190 gols.




Fonte: Sites Globo Esporte, Maracju News e Terra Esporte

* Ele parou de jogar.
Mas vai continuar sendo O CARA!
Romário é uma grande paixão, que tenho no coração.
Até escrevi um poema pra ele, mas a bendita Celpa , me fez perder a letra.
E P da vida, a inspiração se foi...
Mas em breve voltarei a escrever um outro poema, podes crer!

Postagens em destaque

UM POEMA PARA ÁMON

Há dez meses... Você chegou!!! Trouxe no riso o estro. No calor O mais lindo poema de amor. Tão pequeno, tão meigo. Porém, forte e...