sábado, maio 17, 2008

EU SÓ QUIZ TE AMAR...


Escrevo as peças que embalde eu sonhei...
No teatro da vida, porém, as cenas que imaginei,
a verdade atroz calou o meu presente!
Minh'alma é prenhe de ilusões perdidas,
e meu corpo verga ante lágrimas sentidas...
Eu quis te amar somente!

Sei que meus versos são povoados,
de tristes rimas no sofrer vincados...
São amarguras de uma dor infinda!
Minha vida é uma negra sinfonia,
sem paz, sem felicidade, sem alegria...
Mesmo assim, eu quis te amar, ainda !

Nestas noites solitárias, o vento frio gemendo,
eu clamo a falta de teu corpo, de teu calor me aquecendo,
de tu!alma a minh'alma desejando!
Hoje eu queria te esquecer, deixar de pensar...
Mas, embalde, continuo a te buscar!
Sei que vou morrer te amando!


Nelson de Medeiros Teixeira

AQUI


Aqui
Eu nunca disse que iria ser
A pessoa certa pra você
Mas sou eu quem te adora


Se fico um tempo sem te procurar
É pra saudade nos aproximar
E eu já não vejo a hora


Eu não consigo esconder
Certo ou errado, eu quero ter você


Ei, você sabe que eu não sei jogar
Não é meu dom representar
Não dá pra disfarçar


Eu tento aparentar frieza mas não dá
É como uma represa pronta pra jorrar
Querendo iluminar
A estrada, a casa, o quarto onde você está


Não dá pra ocultar
Algo preso quer sair do meu olhar
Atravessar montanhas e te alcançar
Tocar o seu olhar
Te fazer me enxergar e se enxergar em mim


Aqui
Agora que você parece não ligar
Que já não pensa e já não quer pensar
Dizendo que não sente nada
Estou lembrando menos de você
Falta pouco pra me convencer
Que sou a pessoa errada


Eu não consigo esconder
Certo ou errado, eu quero ter você


Ei, você sabe que eu não sei jogar
Não é meu dom representar
Não dá pra disfarçar


Eu tento aparentar frieza mas não dá
É como uma represa pronta pra jorrar
Querendo iluminar
A estrada, a casa, o quarto onde você está


Não dá pra ocultar
Algo preso quer sair do meu olhar
Atravessar montanhas e te alcançar
Tocar o seu olhar
Te fazer me enxergar e se enxergar em mim
Em mim...
Aqui

Ana Carolina
Composição: Ana Carolina / Antônio Villeroy

Postagens em destaque

VERSOS, PARA MEU NETO...

Um dia você chegou... Trouxe consigo o melhor verso. A brisa que acaricia, O vento que embala. Seu sorriso trouxe o alvorecer.   ...