segunda-feira, março 02, 2009

ESTOU AQUI...

Estou aqui...
De repente você chega
Apossa-se dos meus pensamentos
Seu rosto bonito
Aquele sorriso safado
Faz-se miragem a me provocar.

Perco-me em suas lembranças,
Trago você inteiro, em meus devaneios.

Ao meu redor
Vozes murmuram
Falam, falam e nada consigo entender.
Só penso em você!

Lembro seu cheiro, sua pele.
Embriago-me em sua fragrância
Deixo-me descansar em você.

Lembro o toque de suas
A afagar meus cabelos
A acariciar-me inteira.
Na boca parece que sinto
O sabor indescritível do seu beijo
Navego na imaginação
Embalada pelo ritmo do seu chamego...

Sua voz sussurrada me incendeia
O seu hálito puro prende meu desejo
Tudo é devaneio...

Meus pensamentos flutuam
Seguem, no remanso, em sua direção
Enquanto abraço seu corpo
Viajo na imaginação...

Em minha frente
A vídeo aula.
Fala de psicologia, comportamento, saber
E não sei mais o quê...
Mas na imagem da tv
Só vejo seu rosto a inebriar todo meu ser.

As horas passam...
E estou aqui
Pensando em você.

A vídeo aula termina!
A turma se agita, conversa, ri
Fala de coisas que não entendi...

Meu silêncio íntimo se quebra
Desperto da imaginação
Retiro você dos meus pensamentos
E guardo, de novo, bem no fundo do meu coração.




Socorro Carvalho

FELICIDADE

Felicidade não tem peso,
nem tem medida,
não pode ser comprada,
não se empresta, não se toma emprestada,
não resiste a cálculos, porque não material,
nos padrões materiais do nosso mundo.
Só pode ser legítima.
Felicidade falsa não é felicidade, é ilusão.



Mas, se eu soubesse fazer contas na medida do bem,
diria que a felicidade pode ter tamanho,
pode ser grande, pequena,
cabendo nas conchas da mão,
ou ser do tamanhão do mundo.
Felicidade é sabedoria, esperança,
vontade de ir, vontade de ficar,
presente, passado, futuro.



Felicidade é confiança:
fé e crença,
trabalho e ação.
Não se pode ter pressa de ser feliz,
porque a felicidade vem devagarinho,
como quem não quer nada.



Ser feliz não depende de dinheiro,
não depende de saúde,
nem de poder.
Felicidade não é fruto da ostentação,
nem do luxo.



Felicidade é desprendimento,
não é ambição.



Só é feliz quem sabe suportar, perder,
sofrer e perdoar.
Só é feliz quem sabe, sobretudo, amar!

Autoria Desconhecida

MISTÉRIO? OU OBSESSÃO?


"Teus sinais
Me confundem
Da cabeça aos pés
Mas por dentro
Eu te devoro,
Teu olhar
Não me diz exato
Quem tu és
Mesmo assim
Eu te devoro..."



Djavan


Postagens em destaque

Maria Maria

Maria, Da lua Herdastes brilho e serenidade. Do sol Juntastes calor e esperança. Doce Maria! De encanto, de amor. Suave como a b...