sexta-feira, outubro 23, 2009

SONHE

"Sonhe com as
estrelas, apenas sonhe,
elas só podem brilhar no céu.

Não tente deter o vento,
ele precisa correr por toda parte,
ele tem pressa de chegar, sabe-se lá aonde.

As lágrimas?
Não as seque,
elas precisam correr na minha,
na sua, em todas as faces.

O sorriso!
Esse, você deve segurar,
não o deixe ir embora, agarre-o!

Persiga um sonho,
mas, não o deixe viver sozinho.

Alimente a sua alma com amor,
cure as suas feridas com carinho.

Descubra-se todos os dias,
deixe-se levar pelas vontades,
mas, não enlouqueça por elas.

Abasteça seu coração de fé,
não a perca nunca.

Alague seu coração de esperanças,
mas, não deixe que ele se afogue nelas.

Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-as.
Se perder um amor, não se perca!
Se o achar, segure-o!

Circunda-se de rosas, ama, bebe e cala.
O mais é nada".
Fernando Pessoa

LEMBRANÇAS...

De repente...
Uma viagem no tempo.
Uma música brega, de fundo, uma recordação...
O coração pulsa forte.
Sente-se dominado pelas lembranças, saudade.
Saudade das coisas boas de outrora,
Saudade de pessoas que se foram
E até daquelas que permanecem. ( escondidas dentro do meu coração)
Pessoas que partiram para nunca mais voltar,
Mas que vão ficar, vivas, para sempre dentro do meu peito.
As lembranças de Paulo, Celso Rabelo, Veridiano e tantos outros colegas...
Paulo ( já era) como ele diria se fosse eu que tivesse morrido. (rsrs)
Celso está em Macapá, continua no mundo da comunicação.
Veridiano? Ah, esse sumiu!
Mas seu jeito alegre extrovertido, louco, isso ficou.
Falo desses meninos, pois sempre estávamos juntos, (nos bons tempos de Ponta Negra)
Ao meu lado nessa viagem de recordação, nada mais nada menos que a nossa chorona de todos os dias (naquela época) Rosa Rodrigues “ a famosa Rosinha de Miltinho” e de Ediee Ribeiro.
Hoje estou sentindo saudade daquela turma...
Mas de todos eles, senti mais saudade do Paulo Araújo.
Aquele pôrra vacilou e se ferrou, levou a breca cedo demais.
As músicas que estou ouvindo...
São os eternos bregas da “Hora do Brega”, de Jota Fernando, da 94 FM.
Mas também, a animação das tardes de sábado do programa de brega apresentado por Celso Rabelo...( não lembro o nome)Ah, era tantos bregas em nossa discoteca e a gente se divertia.
Pois o Celso (não vale nada) mas é uma das grandes amizades que encontrei nesse mundo louco da comunicação.
E sei que ele gosta bastante de mim, isso eu sei.
Só não concordo com certas gaiatices dele, mas tudo bem, deixa pra lá. Também, tenho um carinho enorme por aquele sujeito.rsrs
Só que na Ponta Negra a gente se divertia com tudo, até com as paixões enrustidas, com os chifres e porres do Celso, etc...
Hoje é sexta feira!
Um dia em de vez em quando ia com Paulo pelos bregas da vida, Nova República ou num esconderijo qualquer.
Paulo adorava um lugar escondidinho...
Pra tomar sua cachacinha...( que o Nivaldo não leia isso).
Sempre íamos em lugares bem discretos
Porque a gente sempre estava no carro da rádio, com logomarca e tudo, ai já sabe né...
E o povo ver a gente na casa das “ primas” do Paulo, era complicado...kkkkk
Mas era tão bom, mesmo apesar das frescuras do Paulo e das “ “benditas” insinuações que ele fazia pra me encher o saco...
Ah, mas mesmo assim, era bom demais estar com ele.
As músicas que estou ouvindo, me remeteram a um passado que me faz bem lembrar...Por isso, relembro, de vez em quando.
E de repente, uma melancolia invade meu peito e sinto uma saudade imensa do pôrra do Paulo e suas histórias...
Alias, aquele PC vai ser sempre inesquecível aqui do meu lado esquerdo...
Sei lá, mas tenho a impressão que hoje estou cheia de saudades...


Beijos Paulo, onde você estiver!!


Ah, como é bom lembrar de você e daquele seu jeitão depravado, enjoado ( as vezes) mas ao mesmo tempo, divertido e engraçado...quando chegava e dizia:
_ “ E ai, Carvalho, tudo Helpes contigo”?kkkk
Era demais...
Socorro Carvalho

SEU OLHAR... MEU POEMA


Oh, amor meu!
Quanta graça e encanto
Posso sentir em seu olhar.
Olhar sereno, maduro...
A refletir gotas de esperança.
Olhos feiticeiros...
Cheios de encantos, mistérios e segredos.
Como orvalho, seu olhar arteiro, molha meu silencio...
Seu olhar firme, seguro...
Enche-me de alegria os devaneios.
Seus olhos são dois diamantes,
Feito gotas de mel regam meu querer.
Esse querer que inspira, emociona,fascina todo meu ser.
Seu cheiro tem aroma de vida,
Fragrância preferida a me embriagar...
Feito poema de mil rimas,
Tudo em você são versos e canções..
Sinfonia...
Harmonia!
Poema perfeito (traduzido) nas entrelinhas do meu coração.






Socorro Carvalho



* Inspirado num desses dias em que um simples olhar nos faz viajar,
numa magia inexplicável e nos faz entrar em êxtase profundo...de contentamento!!!
Coisas do amor, só pode.


Postagens em destaque

POEMA CABOCLO

Meu amor... Tem cor de alvorecer. Carícia de brisa das manhãs. Cor de pôr do sol. Aroma de cupuaçu... Sabor do bombom de muruc...