quinta-feira, setembro 02, 2010

AMO

Amo a poesia do encontro dos nossos corpos sendetos de amor.
Amo a malícia dos seus olhos que me despe e consome de desejo.
Amo a mágica do seu sorriso que mesmo de longe surge e envolve.
Amo a poesia do seu toque, da carícia, do carinho suave.
Amo a voracidade dos seus beijos que tentam saciar minha fome de  pele e calor.
Amo a poesia da sua  distância que se faz versos soltos em minha poética.
Amo o encanto da sua presença que me protege e anima.
Amo a poesia singular da sua loucura.
Linda! Extravagante! Maliciosa!
Mas que se faz dona de minhas estrofes  mais íntimas e sacanas...
Amo a poesia do por do sol...
Que em cada fim de tarde traz você contido dentro dos meus versos.
Fazendo-se cenário inesquecível do meu entardecer...
Amo.
Amo você.


Socorro Carvalho


Foto: Arquivo pessoal do professor Gecinaldo Delgado

COR DE PECADO

A boca vermelha tem a cor da paixão...
Tem aroma de pecado e sedução.
Boca desobediente.
Que lambe e roça a pele nua dos segredos
Faz voar a imaginação...
O pudor se desprende
Aloja-se na maciez das mãos
Que  teimosas escavam mistérios e medos.
A boca seduz, apaixona...
E o vermelho veste de encanto o manto sagrado dos amantes.


Socorro Carvalho

SINTOMAS DE ÊXTASE


Nas carícias audaciosas
Palavras tímidas e loucas espalham-se no ar...
Murmúrios elegantes saem em forma de desejo.
O querer aflora, a boca reclama..
O corpo pede.
O desejo se espalha em todo nosso ser..
Em cada palavra
Gritos ofegantes  entres desvarios animal.
A pele arrepia..
O calor se agiganta,
A pulsação aumenta
O coração acelera...
A boca suprime o grito...
O desejo se extravassa.
Entre loucuras, gemidos, palavras obscenas
O gozo se apossa de nós
Consome-nos.
Sintomas de êxtase.
Ápíce do nosso querer.


Socorro Carvalho

Postagens em destaque

VERSOS, PARA MEU NETO...

Um dia você chegou... Trouxe consigo o melhor verso. A brisa que acaricia, O vento que embala. Seu sorriso trouxe o alvorecer.   ...