sábado, maio 14, 2011

A SEREIA E O MARINHEIRO



Singrar
em teu sangue
primeiro
marinheiro
de prima viagem
e à margem
do teu destino
de menino,
em homem - me transformar...


Ancorar
em tuas ancas
maneiras
faceiras ondas
de libertinagem
passagem
da alma ladina
de menina,
em sereia - revolucionar...


Jota Ninos ( Jornalista)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...