quinta-feira, março 03, 2011

O MEU CADERNO DE POEMAS

A capa do caderno é uma das artes produzidas pela minha amiga Rô Almada.
Tem folhas feitas de “sorriso”,
Com linhas impressas em lágrimas.

Cada página é um mestiço
De inspiração e lamento,

Cada letra um grito,
Cada grito um sentimento.

O meu caderno de poemas
Possui uma vida própria,
Tem um coração batendo.

Cada página é um dia,
Cada dia um passatempo,

Cada letra um minuto,
Cada minuto um momento.

O meu caderno de poemas
É sítio grande a noite
Com barulhos ao luar

Cada página é uma estrela,
Cada estrela um rebrilhar,

Cada letra um grilinho,
Cada grilinho um cantar.

O meu caderno de poemas
É rodeado de inspiração
E a capa é feita de emoção.

Cada página um instrumento
Cada letra uma canção,

Cada rítmo um sonho,
E em cada sonho uma paixão.


             ( William Vicente Borges)

Postagens em destaque

Maria Maria

Maria, Da lua Herdastes brilho e serenidade. Do sol Juntastes calor e esperança. Doce Maria! De encanto, de amor. Suave como a b...