sexta-feira, maio 18, 2012

CADA UM DÁ O QUE TEM...


Cada um dá o que tem!

– Diz o adágio, evangelista da sinceridade!...
E eu digo também
Pensando nos meus sonhos vãos, dispersos...
Cada um dá o que tem!
Ah! Que verdade!...
A vida deu-me a dor, eu dou-lhe versos...

 Antônio Tavernard
Poeta paraense

Tavernard foi o mais corajoso poeta que Belém já teve, e é também o mais saudoso porque ninguém mais será feliz  diante de tão temerário sofrimento, esse sofrimento contido pela força e pela beleza de sua poesia.

AMOR É FOGO QUE ARDE SEM SE VER


Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer;

É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder; 
É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata, lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos mortais corações conformidade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor

Camões


Postagens em destaque

DANIELLE LIMA!! PARA VOCÊ, UMA CARTA DO MEU CORAÇÃO... FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

Querida filha, Danielle Katrine Hoje, pensei em te fazer um poema!! Rimar versos para te falar do meu amor... Mas como poetizar,...