segunda-feira, maio 28, 2012

PERSONAGEM



Teu nome é quase indiferente
e nem teu rosto mais me inquieta.
A arte de amar é exactamente
a de se ser poeta.

Para pensar em ti, me basta
o próprio amor que por ti sinto:
és a ideia, serena e casta,
nutrida do enigma do instinto.

O lugar da tua presença
é um deserto, entre variedades:
mas nesse deserto é que pensa
o olhar de todas as saudades.

Meus sonhos viajam rumos tristes
e, no seu profundo universo,
tu, sem forma e sem nome, existes,
silêncio, obscuro, disperso.

Teu corpo, e teu rosto, e teu nome,
teu coração, tua existência,
tudo - o espaço evita e consome:
e eu só conheço a tua ausência.

Eu só conheço o que não vejo.
E, nesse abismo do meu sonho,
alheia a todo outro desejo,
me decomponho e recomponho.


Cecília Meireles

MESTRE RAMESH (CRISES)



Certa vez, perguntei para o Ramesh, um de meus mestres na Índia:

- Por que existem pessoas que saem facilmente dos problemas mais complicados, enquanto outras sofrem por problemas muito pequenos, morrem afogadas num copo de água?

Ele simplesmente sorriu e contou-me uma história:

Era uma vez um sujeito que viveu amorosamente toda a sua vida. Quando morreu, todo mundo lhe falou para ir ao céu, um homem tão bondoso quanto ele somente poderia ir para o Paraíso. Ir para o céu não era tão importante para aquele homem, mas mesmo assim ele foi até lá.

Naquela época, o céu não havia ainda passado por um programa de qualidade total. A recepção não funcionava muito bem. A moça que o recebeu deu uma olhada rápida nas fichas em cima do balcão e, como não viu o nome dele na lista, orientou-lhe para ir ao Inferno.

E no Inferno, você sabe como é. Ninguém exige crachá nem convite, qualquer um que chega é convidado a entrar. O sujeito entrou lá e foi ficando. Alguns dias depois, Lúcifer chegou furioso às portas do Paraíso para tomar satisfações com São Pedro:

- "Você é um canalha! Nunca imaginei que fosse capaz de uma baixaria como essa. Isso que você está fazendo é puro terrorismo!"

Sem saber o motivo de tanta raiva, São Pedro perguntou, surpreso, do que se tratava. Lúcifer, transtornado, desabafou:

- "Você mandou aquele sujeito para o Inferno e ele está fazendo a maior bagunça lá. Ele chegou escutando as pessoas, olhando-as nos olhos, conversando com elas. Agora, está todo mundo dialogando, se abraçando, se beijando. O inferno está insuportável, parece o Paraíso!" E fez um apelo:
- "Pedro, por favor, pegue aquele sujeito e leve-o de lá!"

Quando Ramesh terminou de contar essa história, olhou-me carinhosamente e disse:

- "Viva com tanto amor no coração que se, por engano, você for parar no Inferno o próprio demônio o trará de volta ao Paraíso."

Problemas fazem parte da nossa vida, porém não deixe que eles o transformem numa pessoa amargurada. As crises vão estar sempre se sucedendo e às vezes você não terá escolha. Sua vida está sensacional e de repente você pode descobrir que sua mãe está doente; que a política econômica do governo mudou e que infinitas possibilidades de encrencas aparecem.



As crises você não pode escolher, mas pode escolher a maneira como enfrentá-las. E, no final, quando os problemas forem resolvidos, mais do que sentir orgulho por ter encontrado as soluções, você terá orgulho de si mesmo.

Autor desconhecido

LINDO BAZAR!!!

Jota Ninos e Nato Aguiar nos estúdios da Rádio Rural 


Ontem, a noite, colei o  ouvido ao meu  radinho para ouvir e curtir o Programa Bazar Brasileiro com a participação de um dos mais lindos talentos que temos em Santarém o  professor, compositor e cantor Nato Aguiar, artista nato. Piauiense de  nascimento e santareno de Coração.

O programa foi lindo! E nele,  Nato falou de tudo. Contou até mesmo as experiências pelos garimpos da Região. E pelas ondas da Rádio Rural, cantou e encantou   os milhares de ouvidos ligados no Bazar Brasileiro, pelas ondas da Rádio Rural e apresentado pelo jornalista Jota Ninos.  Uma delícia,  ouvir e conhecer  a história de pessoas que só engrandecem nossa cultura com muita arte, e arte de qualidade.

Fico Feliz de apreciar o canto de Nato, a intimidade que tem com o violão e a sabedoria que possui. Um  cara sensacional, porém, sempre na dele e o mais legal sem  perder a humildade. Grande ícone da música regional alegra e emociona as noites santarenas com sua voz e violão. Nato tem poesia na voz, alegria no cantar, empolga, emociona e se torna admirável por tanto talento, em uma só pessoa. Além de cantar ele tem o dom de  nos deslumbrar cantando as nossas paisagens, mas ele também  canta   Zé Ramalho, Fagner, Emilio Santiago...etc. Uma delícia!!!

Ao ouvir o Nato falando com tanta propriedade e inteligência fico muito feliz, por ser muito fã dele. No entanto, quando se fala de Cultura santarena  fico triste quando percebo como está sendo tratada nossa cultura, no momento. Cultura que  exclui a beleza e a simplicidade do artista. Porque a arte não está nas melhores marcas ou grifes da hora, mas sim na cabeça e no talento de pessoas lindas e simples que enobrecem nossa arte.E diga-se de passagem com muita inteligência. Afinal de contas: " A simplicidade é a verdadeira elegância". 

Esses tempos (in)felizmente tive a  experiência de participar de algumas reuniões junto das pessoas responsáveis pela cultura em Santarém, atualmente. Dentro da  turma que está a frente da cultura o único conhecido e que realmente entende de cultura  que vi por lá  foi Laurimar Figueira. Mas o resto? Quem são?  Até  gostaria de saber  quem  é mesmo, o fulano? E a Fulana? Não conheço, nem tampouco nunca ouvir  falar de algum deles, algum dia, nas mídias ou  mesmo em noticiários.O que entendem por CULTURA?   Sinceramente fiquei muito preocupada e entristecida com o que vi por lá. Por isso, aproveito para expressar minha preocupação e fazer uma pergunta que não quer calar: Qual será o futuro de nossa Cultura? Se  ela continuar seguindo  comandada por esses e essas “ intelectualidades” que ai estão? Sinceramente, senti muita falta da cortesia e educação do meu amigo particular o poeta  Ednaldo Rodrigues,pessoa realmente envolvida com a Cultura, de verdade.

Concordo com os ouvintes  quando diziam que  Nato Aguiar deveria ser o Secretário de Cultura de Santarém. Concordo plenamente, pois além  de artista ele  é um cidadão bem informado, agradável e que sabe muito bem que  educação,  bons modos e bom tratamento  as pessoas também faz parte da cultura de um povo. Mas é uma pena que muita gente por ai não saiba. 

Está de Parabéns o Jota Ninos pelo convidado.E quem não ouviu, só perdeu. Nato Aguiar esteve também  na quarta feira, dia 23 no Programa Para Ouvir e Aprender, do projeto Rádio Pela Educação, na sessão Entrevista com o Especialista. E foi maravilhoso!

Valeu Nato Aguiar!! Que  você continue a ser esse artista especial e inteligente, tão querido e admirável pelo seu grande público. Fico na torcida de que um dia os nossos governantes consigam  colocar as pessoas certas no local certo, para que não corramos o risco de perder grande parte de nossa História traduzida na arte, expressa por meio   de  tantos talentos de nossa linda Santarém.

Socorro Carvalho
Foto: Arquivo pessoal do Jota Ninos      

Postagens em destaque

Maria Maria

Maria, Da lua Herdastes brilho e serenidade. Do sol Juntastes calor e esperança. Doce Maria! De encanto, de amor. Suave como a b...