sexta-feira, janeiro 25, 2013

ERIBERTO SANTOS DESCANSE EM PAZ

Santarém está triste, neste momento. A morte sempre nos surpreende e hoje veio  nos surpreender mais uma vez. E levou consigo nosso colega Eriberto Santos. A poesia está triste. Os versos e canções estão com lágrimas nos olhos. O Universo chora a partida do poeta, escritor, advogado e radialista Eriberto Santos.

 A  chuva, que tanto encantava Eriberto, nubla o espaço. Ao mesmo tempo que rima neste momento cada gota,  com a saudade que, a partir de agora,vai passar a existir dentro de cada um e cada uma de nós. É a chuva caindo   com toda sua poesia fertilizando  esse chão, rincão  que era tão amado por esse poeta . Santareno talentoso na arte e na comunicação. Apaixonado por  uma musa chamada Santarém,  cidade que ele tanto amou e declamou com tanto orgulho e emoção . 

Impossível esquecer o discurso de posse quando Eriberto se tornou Presidente da  ALAS – Academia de Letras e Artes de Santarém. O sentimento  em forma de poesia expressava todo seu amor à terra querida, a Santarém que ele amou por toda vida. De longe fiquei ouvindo e contemplando cada palavra, cada rima , cada verso naquele texto escrito com o coração. Encantador, gentil educado, romântico sabia ser sorridente e agradável com as pessoas que com ele tratavam. 

Também estou triste assim como todos os meus colegas de trabalho  aqui da Rádio Rural de Santarém  , emissora a qual Eriberto Santos tantas noites alegrou e emocionou corações com sua tradicional Sereneta, seu romantismo e sua forma deliciosa de comunicar. A arte também perde um grande escritor e poeta, por isso,  nós artistas também estamos tristes. 

Tive o privilégio de ter contato com  Eriberto,  na ALAS, amizade que iniciou quando ele nos procurou para secretariarmos reuniões da Academia. Eu, Dinho  Ferreira e Luiz Cohen  integrantes da Comissão Eleitoral da Eleição da ALAS pudemos desfrutar de bons momentos junto   desse grande escritor e poeta 

Por isso,  em nosso nome e em nome de todo o carinho e respeito que aprendemos a ter por Eriberto Santos deixo em nome dos meninos também, nossos sentimentos de pesar a família dese grande e inesquecível   poeta, escritor, advogado e comunicador.

_ Eriberto!! Não quero me  deixar impregnar pela tristeza de sua partida. Prefiro guardar comigo a lembrança boa de sua alegria,   seu sorriso, suas gentilezas e em especial sua forma espontânea de comunicar. Sua poesia vai permanecer viva em cada vez que eu puder contemplar o encanto majestoso  do Rio Tapajós. Descanse em paz!!

Valeu,  Poeta!!



Socorro Carvalho

Postagens em destaque

Maria Maria

Maria, Da lua Herdastes brilho e serenidade. Do sol Juntastes calor e esperança. Doce Maria! De encanto, de amor. Suave como a b...