domingo, novembro 17, 2013

BEIJO AJUDA A AVALIAR PARCEIROS E A MANTER RELACIONAMENTOS

Há atividades que são comuns à maioria dos humanos e das quais gostamos imensamente, sem pensar muito a respeito. Mas, de vez em quando, os pesquisadores sentem a necessidade de tentar entendê-las. Recentemente, psicólogos experimentais da Universidade de Oxford, no Reino Unido, exploraram a função do beijo nos relacionamentos românticos. Eles acharam complicado.


Após realizarem uma pesquisa on-line com 308 homens e 594 mulheres com idades entre 18 e 63 anos, a maioria da América do Norte e Europa, os pesquisadores concluíram que o beijo pode ajudar as pessoas a avaliar potenciais parceiros e depois a manter esses relacionamentos.


"A alteração de propósito do comportamento é muito eficiente", disse Rafael Wlodarski, coordenador do estudo.

Mas outra hipótese sobre o beijo --que sua função seria elevar a excitação sexual e preparar um casal para o coito-- não se sustentou.

Os participantes da pesquisa foram questionados sobre as atitudes em relação ao beijo durante diferentes fases dos relacionamentos românticos. Também foram questionados sobre seu histórico sexual --por exemplo, se eles eram mais inclinados a encontros casuais ou a relações prolongadas e comprometidas.

Pesquisas anteriores haviam sugerido que, num novo relacionamento, o beijo romântico serve para empurrar dois relativos estranhos para o espaço um do outro. Poderia ser uma espécie de entrevista primária: será que essa pessoa pode ser um(a) parceiro(a)?

Os resultados de Wlodarski sugerem uma dinâmica mais nuançada. Os participantes geralmente apontavam o beijo em relações casuais como sendo mais importante antes do sexo, menos importante durante o sexo, ainda menos importante depois do sexo e minimamente importante "em outros momentos".

Pesquisas anteriores já demonstraram que três tipos de pessoas tendem a ser mais exigentes na seleção de parceiros geneticamente aptos e compatíveis: as mulheres, os que se consideram altamente atraentes e os que preferem o sexo casual.

Nesse estudo, essas pessoas disseram que o beijo era importante principalmente no começo de um relacionamento.

Isso pode ocorrer porque, para esses indivíduos, o beijo acaba sendo uma forma rápida e fácil de testar a adequação de um parceiro. Depois desse primeiro beijo, esses tipos têm muito mais propensão do que outros participantes a mudar de ideia sobre um parceiro em potencial, segundo os pesquisadores. Se o beijo dele não é bom, esqueça-o.

Mas outras pessoas poderiam usar critérios diferentes para avaliar parceiros: os homens, os que se julgam sexualmente menos atraentes e pessoas buscando compromisso. Na busca mais ampla por um parceiro, esses indivíduos procuram pessoas que pareçam ter inclinação e recursos para um relacionamento longo. E para elas, conforme mostrou o estudo, o beijo tem uma prioridade menor no começo do namoro.

Particularmente no caso de homens e mulheres que buscam relacionamentos de longo prazo, o beijo serve a outros propósitos, como à reafirmação do relacionamento. Eles usam seu músculo orbicular da boca para mediar, aperfeiçoar e sustentar seus vínculos.


Essas pessoas consideraram o beijo como sendo igualmente importante antes do sexo e "em outros momentos não relacionados ao sexo". Para esses participantes, o beijo menos importante era o que ocorria durante o sexo.


O PODER DO DISCURSO

 Por mais que aparentemente o discurso seja pouco importante, as interdições que o atingem logo e depressa revelam a sua ligação com o desejo e com o poder. E o que há de surpreendente nisso, já que o discurso - como a psicanálise nos demostrou - não é simplesmente o que manifesta (ou oculta) o desejo; é também o que é o objecto do desejo; e já que - a história não cessa de nos indicar - o discurso não é simplesmente o que traduz as lutas ou os sistemas de dominação, mas aquilo por que, aquilo pelo que se luta, o poder do qual procuramos apoderar-nos.

Michel Foucault, in 'A Ordem do Discurso'
A foto emprestei dof ace, mas não lembro de quem...


SAUDADES ETERNAS, TIO ZECA!!


Há exato um ano atrás você chorava muito pela morte trágica de  seu filho amado. Desde então seu sorriso mudou, sua voz enfraqueceu e mesmo apesar da presença dos demais sempre estava a alegar a ausência de seu filho querido. E as lágrimas vinham molhar sua face e seu coração tão cheio de saudades. Em soluços você sempre lamentava a impotência de não estar perto de seu filho para o defender de tamanha violência.  Ironia do destino ou apenas Deus atendendo um pedido seu. E de repente, você nos deixou, no dia que completava um ano que seu filho tinha perecido. E da mesma forma que ele  você será sepultado, também,   no dia 18 de novembro. E nem tenho palavras para explicar, só Deus tem essa explicação e ao mesmo dar  forças  aos nossos corações.

Já fazia muito tempo que não ia a sua casa, para lhe visitar,  mas hoje foi impossível evitar e tive de ir, pois sei que a pessoa que você mais amava poderia estar precisando  de minha presença perto dela. E lá estive o dia todo na casa que você com seu esforço construiu com tanto amor. Foi horrível, tio Zeca! Ao invés de seu sorriso, suas brincadeiras e sua grande alegria, só consegui ver lágrimas e angústia no rosto de cada pessoa. A sua chegada foi silenciosa enquanto sussurros manifestavam a dor pela sua falta. 

Está doendo sabe tio! Pois você era muito parecido com meu pai. Um cara paciente, tranquilo, bom pai, marido, avô, tio, sogro e amigo. Sua missão você cumpriu e deixou todos os seus filhos e filhas donos de si. E você se foi com certeza encontrar seu filho para seguir  junto dele  na eternidade. Sua amada Iraneide não  conseguiu aceitar a ausência de sua presença e em cada canto que olha chora pels sua falta. Com certeza vai demorar para cair a ficha dela, mesmo assim em cada frase ela ressalta os 56  anos de casados e a união feliz de vocês dois.

Só tenho boas lembranças suas, nosso último almoço juntos e seus elogios engraçados no cardápio que preparei . E me fez sorrir muito naquele dia. Hoje cozinhei lá em sua casa, mas na mesa você não estava mais com suas graças e gargalhadas. Você se foi!! Mesmo assim, valeu pelos momentos que tive a alegria de conviver e estar com você.

É isso tio! Estou muito triste pela sua partida assim tão rápida, mas sei que você  agora está feliz junto de Deus.
Enfim, descanse em paz e que Deus guarde sua alma com muito amor. Com o mesmo amor que nos tratava e em especial a titia, os seus filhos, filhas, netos, netas, noras e genros.



Saudades eternas!!


Um grande abraço da LIA



Postagens em destaque

Em entrevista, o Poeta e Compositor santareno Renisson Luis Vasconcelos fala de sua arte e do amor que tem por Nossa Senhora da Conceição

Estamos na semana que antecede o Círio 2017 de Nossa Senhora da Conceição, Padroeira de Santarém.  Uma semana intensa de preparativos ...