Postagens

Mostrando postagens de Julho 12, 2014

VINHO PROIBIDO VI

Imagem
Em tua bebida proibida
Quero embebedar minha nostalgia.
Beber teu vinho.
Ser tua loucura, ser tua agonia.
Extasiar-me em teu gozo.
É fantasia, louca sensação.
Corpos e desejo em completa acasalação.
Inebriante bebo em tua taça...
O vinho forte da tua gostosa emoção.
Tua pele tem calor, tem magia as tuas mãos.
Teu corpo é vinho proibido
Bebida ardente que embriaga alma e coração...
Malícia que arrebata,
Gozo que se derrama em minha taça.

Socorro Carvalho

LEMBRANÇAS...

Imagem
Mil pensamentos vagueiam em minha  mente, neste instante. Em cada um deles lembranças leves preenchem os meus espaços. Um misto de momentos não esquecidos. O cheiro de vida, contido no teu sorriso, na tua voz, no teu jeito único de ser.
No peito guardado  interrogações sem respostas.  A poesia antiga, guardada na gaveta, no papel amarelado num amontoado de poemas envelhecidos. As músicas antigas parafraseando um querer interrompido. Escuto versos de rimas soltas na canção que toca suavemente, enquanto observo a noite da minha  janela.
Meus pensamentos viajam entre ínfimos detalhes para estacionar na estrada do coração. Nas páginas da vida silêncios contidos de palavras, que não pude dizer. Nos versos amarelados paisagens, momentos, marcas do tempo que pude escrever.
 Bobagens inesquecíveis, sonhos inacabados embalam meu sorriso, nesse tempo que não passa. O acaso, as estórias, os contos  inventados e nós como  personagens me remetem a velhas recordações. Noite de sábado, as horas …