quarta-feira, outubro 15, 2014

NOSSO LOUCO DESEJO ...

Minhas mãos desceram salientes
Sobre sua pele úmida...
No aflorar do desejo
O ímpeto do querer indefinível.
Lábios entreabertos nos sussurros quase suprimidos
Calando o grito do amor exibido, louco, bandido.
Sua pele na minha, minha pele na sua.
Nossos  corpos encaixados, debruçados.
Aportados no  “ parapeito” do prazer.
Éramos  nós e o “pecado”.
Em bocas sedentas e vorazes carícias...
Sua língua, minha língua, nossas línguas.
Num lamber constante e exótico de sabores.
O deguste do verso se satisfaz
Na rima do mais louco êxtase...
E nossos corpos satisfeitos
Repousaram  contentes  no clímax da paixão.
No leito do nosso louco desejo.


Socorro Carvalho



Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...