quinta-feira, setembro 14, 2006

VOCÊ ESTÁ EM MIM...













No vento que passa
Refrescando, leve, minha pele
Sinto o cheiro de você.

Lhe procuro...
Mas na procura não lhe encontro.
Apenas sua fragância
Está contida dentro do meu ser.

Sinto o aroma único
Do seu corpo
A entorpecer minha loucura
Grudado no meu respirar.

A saudade aumenta
Preciso saber onde você está.
Meu pensamento atordoado
Está impregnado de um jeito maravilhoso
Pela sua presença que tanto gosto.

Seu cheiro gostoso
Me persegue
Excita meu desejo
Quero ter você...
Roubar um beijo infinito
E em tua boca
Adormecer minha saudade.


Socorro Carvalho

* Amor! Seu cheiro está aqui...Grudado em mim.
Adoro Você!!
Beijos!!!


BOTO TUCUXÍ


Moço...Menino
Lenda...Vida
Que no encanto amazônico
Desponta bonito
No rio da imaginação.
Roubando pensamentos
Hipnotizando o querer das meninas.


Boto Tucuxí!
Negro
Vem encantar
Com simplicidade e sedução.
Distribuindo exuberância...
Fascinação.
Com jeito de homem
Sorriso formoso de menino
A conquistar
Seduzir.
Tucuxí
Veio da lenda para ser realidade
Pomposo
Sedutor como melodia de amor
Tem maestria de poeta
Galanteio encantador.

Cheio de encanto
Tem o cheiro da paixão
Banha a linda cabocla
Nas águas de Alter do Chão.

Tucuxí!
Boto Negro!
Tem veneno no sorrir
Seduz a bela cabocla com seu cheiro gostoso de patchoulin.
Valente e sedutor
Tem raça
Sabedoria
Canta verso e inspiração
Para enfeitiçar
Inebriar com sua melodia
Faz de sua musa a mais bela poesia.

Boto faceiro, galanteador
Invade o lago das meninsa
E na dança da noite
Se transforma em ato de amor.
Rouba o coração da morena
Cheio de amor, ternura e sedução.
Como típico garanhão fascina o coração da pequena
Deixa a cabocla apaixonada
Desvairada pela sua beleza e ousadia
Vem do lago do Sairé
Para se transformar no maior espetáculo e magia.


Socorro Carvalho
Foto: Ronaldo Pereira

ALTER DO CHÃO

Alter do Chão
Encanto dos boraris
Paraíso da natureza
Tuas praias
Exuberante beleza
Enfeita o Tapajós.
Contraste da paisagem
Contemplação
De nós.

Alter do Chão
Tuas águas azuis
Orgulho do teu povo
Invejável cenário da vida.
Sagrada terra de tantos mistérios.
Pupila cintilante
Do olhar amazônida.
Filha única da Pérola do Tapajós!
Teu corpo é palco
De amor e sedução.
Em cada recanto teu
Abriga uma história irrevelável
Dos amantes que repousam segredos.
No aconchego ardente
Da paz completa que te cerca.

Alter do Chão
Vila do amor
Segredo da magia
Cenário ímpar da poesia.
Berço da inspiração.
Banhar-se em tuas águas
É lavar a alma
Mergulhar emoção.


Alter do Chão
Teu sabor de cupuaçu, caju, murucí
Exótico sabor do açaí
Com licor de abacaxi
Gosto da paçoca, tacacá, tucupi
Doce sedução dos botos
Cor de Rosa
Tucuxí.

Tem no Sairé
O cheiro da Amazônia
Perfume de atração
Feitiço que envolve
Embriaga a louca imaginação
Aroma que apaixona
Faz bem ao coração.
Ah! Vila de Alter do Chão....


Socorro Carvalho

Fotos:Ludovico Cunha /Arquivo Santur/PMS


*A experiência da paz infinita que Alter do Chão ainda oferece.É um mistério guardado no coração dos amantes e enamorados. Algumas pessoas que o digam!Ufaaaa!!

BOTO COR DE ROSA



Das águas surge
Moço alvo encantador
Vem em busca da cabocla
Para lhe dar seu amor.
Galante, todo faceiro
Expele o odor da sedução
Tem cheiro de rosa
Vim de Cá, manjericão
Para chamar a fogosa cunhantan.
Veste terno,
Dança com empolgação
Faz a harmonia dos passos
Magia linda da acasalação.


Boto Rosa!
É boto macho!
Com fama de conquistador
Vem do fundo das águas
Para em terra firma mostrar seu valor.
Dizem que é loiro
Alvinho de olhos azuis
Mas tem o traço do caboclo tapajônico
Honesto, formoso e namorador.
Tem magia, tem amor
Tem nome de Rosa
Mas nada tem a ver com flor.

É um moço bem bonito
Que enfeita o Sairé
Vestido de branco passeia contente
Fogoso e sedutor
A cintilar beleza
No luar da praia na linda ilha do amor.


Boto Cor de Rosa!
Saí em noite de Sairé
Acesso e todo prosa
Exibindo elegância, charme e sedução
Para logo seduzir
A cabocla mais linda e formosa
Da Vila de Alter do Chão.


Socorro Carvalho
*Foto:Arquivo Santur/PMS

MAGIA DO BOTO


Setembro
A magia da natureza enfeita de encanto
A Vila de Alter do Chão
O colorido de gente dá matizes
A inigualável paisagem.

O caboclo se enamora da cabocla
No lago misterioso do amor.
No azul de águas puras
Deleitam-se sob o luar.

Boto bicho vira gente
Vem rolar nas praias alvas do lugar
Vem saborear a pequena
Com seu cheiro pitiú
Usa fragrância com “chama” em seu corpo sedutor
Para disfarçar seu odor...
Mas a menina enfeitiçada
Só respira sedução
Desce com o boto pra praia
A curtir sua emoção.


Nem sabe quem é ele
Se Tucuxí
O moreno mais belo da cor do açaí
Ou o Rosa
Meigo, dócil e suave encantador
Que exala em toda a pequena o seu cheiro emprenhador.

E a menina se encanta
Deita no colo do boto
E perdida
Entre os encantos
Dorme toda vestida.

Só na madrugada percebe
Que está toda despida
Sozinha, abandonada, as margens do lago encantado do Tapajós
E o Boto galanteador
Com a magia de um grande sedutor
Já se foi...
Novamente
A procurar um novo amor.

A magia do boto
É assim
Desejo e sedução
A encantar visitantes
No Sairé
Em Alter do Chão.
Socorro Carvalho
*Quisera eu poder estar vendo esta paisagem bem juntinho do meu amor. Mas como isso é um pouco inviável no momento. Embriago-me, então, nesta magia linda que se chama poesia. Através dela ninguém pode me impedir de gritar, bem alto, o quanto este amor é grande.Não importa que as outras pesoas não escutem. O mais importante é que ele sabe...Mas que eu adoraria embarcar com ele nesta magia... Eu adoraria muitoooo!!!

Postagens em destaque

Em entrevista, o Poeta e Compositor santareno Renisson Luis Vasconcelos fala de sua arte e do amor que tem por Nossa Senhora da Conceição

Estamos na semana que antecede o Círio 2017 de Nossa Senhora da Conceição, Padroeira de Santarém.  Uma semana intensa de preparativos ...