domingo, abril 27, 2008

SABE...


VICIADA EM VOCÊ...

Me vicie em você
Pelo calor ardente do seus braços
Quando me aquece o frio com seu abraço
E em você me agasalha na vastidão gostosa do seu corpo ...

Me viciei em você
Pelo carinho dos seus gestos
Sempre a me cortejar de ternura
Com a docilidade de um afago terno...

Me viciei em você
Pelo aroma único do seu hálito
Aspirado pelo meu olfato
A cada vez que lhe beijo a boca...

Me viciei em você
Pelas gotas doces de desejo
Que derrama em minha boca
Na loucura de sua ânsia...


Me viciei em você
Pelo mistério do teu olhos
Que prende meu coração, faz insensata minha razão,
A cada vez que olho profundo, no fundo, do seu olhar....

Me viciei em você
Pelas carícias ousadas de suas mãos
A descobrir a loucura dos meus segredos
Fazendo explodir uma excitação pura de desejos...

Me viciei em você
Pelo cheiro bom que tem a sua pele nua...
A exalar essência de pecado, fragrância de segredo
Aroma único que perfuma você inteiro...

Me viciei em você
Pela sua maneira linda de me conquistar
Com seu jeito tímido de se dar
Que me faz embriagar, embalar, cada vez mais, na magia do seu querer,
Em cada instante, em cada novo alvorecer.


Me viciei em você...



Socorro Carvalho

A RAZÃO DO CORAÇÃO

Penso em você nos dias de chuva, e nos dias de sol.
Penso em você, quando algo em mim,
me pede explicação, me faz lembrar.

Penso em nós quando a sua falta me bate à porta,
perguntando-me onde o amor pode estar...

Então me limito a sorrir.
Aquele sorriso que a gente sorri, para não chorar, e digo:

_Quem dera saber...
Acho que eu e este meu coração sofremos do mesmo mal.

Ele por te querer tão perto,
e eu, por permitir.

Eu, que insisto em me dizer que você se foi.
E ele, que insiste em responder que você jamais irá.

Somos ambíguos e cúmplices nas nossas fraquezas.

Ele por deixar desapropriado e inatingível,
o lugar que foi seu.
Fazendo-o continuar seu.

E eu, esperançosa e, de certa forma, inutilmente
inocente feito criança a acreditar e pensar,
que ele tem razão.


Autoria desconhecida

Postagens em destaque

Maria Maria

Maria, Da lua Herdastes brilho e serenidade. Do sol Juntastes calor e esperança. Doce Maria! De encanto, de amor. Suave como a b...