quinta-feira, setembro 04, 2008

ANJO MEU, MEU ANJO!!

Eu espero que você tenha um belo amanhecer,
E que, amanhecendo, você desperte sorrindo...

E que, sorrindo, você siga o seu caminho,
A sua jornada de trabalho,
Contagiando todos a sua volta...

Que seu anjo da guarda sempre lhe acompanhe,
E faça sua luz ser mais brilhante...
Essa luz que tantas vezes já iluminou e continua iluminando o meu astral...


Quero que a sua saúde, em momento algum,
Te deixe na mão...
Nem um mal estar, nem um nada,
pode atrapalhar o seu BOM DIA...

Espero, por fim, que, ao fim do dia,
Antes do seu repouso,
Você ainda tenha ânimo para ler,
Toda essa mensagem de novo...
Muita Luz pra você e que Jesus lhe abençoe!!
BOM DIA, MEU AMOR!!!
Beijos...infinitos...
Com carinho
Socorro Carvalho

PRA VOCÊ!

Assim como o sol você chega...lindo...reluzente... exuberante.
Seu brilho vem nos raios de cada sorriso expresso em sua face...
E você, maravilhosamente, jorra luz ao seu redor, a iluminar vidas, corações, sentimentos...
Como a essência rara de um perfume, seu cheiro vem inebriar meus pensamentos, me faz flutuar no rio do seu corpo macio, quente e repleto de magia.
Você é assim...
Simplesmente ESPECIAL em minha vida e tal como o sol é uma bela inspiração da minha mais gostosa e louca poesia...
Te Amo...Te Amo...Te Amo!!
Beijos no seu coração, meu Anjo Azul!
Socorro Carvalho

DESENHO -TE

Nestes caminhos semblantes de luz,
Pego minha mão num pincel e desenho-te
Vou fechando os olhos e desenhando...
Pinto-te de aquarelas brilhantes...
Acercas-te em mim...
o medo perdeu-see tu tocas-me...
retocas os meus lábios
Ainda por acabar de serem feitos...
e brilho no teu olhar...
e uma pena suave se cruza em nós...
mas eu não consigo acabar-te...
Desenho mais uma vez,
tento retocar todos os cantos
que te conheço...aii...
e a penumbra da vida ali se faz.
Ficamos juntos em semblante delírio
e fazemo-nos um ao outro...
Os dedos que se encaixam,
Os olhos que se fazeme os lábios que se unem
E o ritmo aumenta...
O instinto desenha-nos em passos suaves.
Dançamos nas encruzilhadas daquela rua...
num compasso efervescente de amor...
tua mão, feita por mim,me empurra para ti...
e os nossos pés nos conduzem...
e cada toque teu, eu sinto
e cada olhar em mim, me arrepio
num cruzamento de passos feitos por nós...
e a efemeridade da vida nos acompanha
e o sonho desvanece...
e já não o sinto...


(Alexandra Sousa)

Postagens em destaque

Maria Maria

Maria, Da lua Herdastes brilho e serenidade. Do sol Juntastes calor e esperança. Doce Maria! De encanto, de amor. Suave como a b...