sexta-feira, junho 12, 2009

O SOL E A LUA...


Quando o SOL e a LUA se encontraram pela primeira vez, apaixonaram-se perdidamente e a partir daí começaram a viver um grande amor.


Acontece que o mundo ainda não existia e no dia em que Deus resolveu criá-lo deu-lhes então o toque final... o brilho!


Ficou decidido também que o SOL iluminaria o dia e que a LUA iluminaria a noite, sendo assim, seriam obrigados a viverem separados. Abateu-se sobre eles uma grande tristeza quando tomaram conhecimento de que nunca mais se encontrariam. A LUA foi ficando cada vez mais amargurada, mesmo com o brilho que Deus havia lhe dado, ela foi se tornando solitária. O SOL por sua vez havia ganhado um título de nobreza "ASTRO REI", mas isso também não o fez feliz.



Deus então chamou-os e explicou-lhes:

Vocês não devem ficar tristes, ambos agora já possuem um brilho próprio.
Você LUA iluminará as noites frias e quentes, encontrará os enamorados e será diversas vezes motivo de poesia.
Quanto a você SOL, sustentará esse título
porque será o mais importante dos astros,
iluminará a terra durante o dia, fornecerá calor para o ser humano
e a sua simples presença fará as pessoas mais felizes.



A LUA entristeceu-se muito com seu terrível destino e chorou dias a fio...
já o SOL ao vê-la sofrer tanto, decidiu que não poderia deixar-se abater pois teria que dar-lhe forças e ajudá-la a aceitar o que havia sido decidido por Deus.
No entanto sua preocupação era tão grande
que resolveu fazer um pedido a ELE:

Senhor, ajude a LUA por favor, ela é mais frágil do que eu, não suporta a solidão...

E Deus em sua imensa bondade criou então as estrelas para fazerem companhia a ela.
A LUA sempre que está muito triste recorre ás estrelas
que fazem de tudo para consolá-la, mas quase sempre não conseguem.



Hoje eles vivem assim... separados, o SOL finge que é feliz,
a LUA não consegue esconder que é triste.
O SOL ainda esquenta de paixão pela LUA
e ela ainda vive na escuridão da saudade.



Dizem que a ordem de Deus era que a LUA deveria ser sempre cheia e luminosa,
mas ela não consegue isso...
porque ela é mulher, e uma mulher tem fases.
Quando feliz consegue ser cheia,
mas quando infeliz é minguante
e quando minguante nem sequer é possível ver o seu brilho.



LUA e SOL seguem seu destino, ele solitário mas forte,
ela acompanhada das estrelas mas fraca.


Humanos tentam a todo o instante conquistá-la como se isso fosse possível.
Uma vez por outra alguns deles vão até ela
e voltam sempre sozinhos, nenhum deles jamais conseguiu trazê-la até à terra,
nenhum deles realmente conseguiu conquistá-la, por mais que achem que sim.



Acontece que Deus decidiu que nenhum amor nesse mundo seria de todo impossível, nem mesmo o da LUA e o do SOL...
e foi aí então que ELE criou o eclipse.



Hoje o SOL e a LUA vivem da espera desse instante, desses raros momentos que lhes foram concedidos e que custam tanto a acontecer.


Quando olharem para o céu e verem que o SOL encobriu a LUA
é porque ele deitou-se sobre ela e começaram a se amar
e é ao acto desse amor que se deu o nome de eclipse.



Importante lembrar que o brilho do êxtase deles é tão grande
que aconselha-se não olhar para o céu nesse momento,
seus olhos podem cegar de ver tanto amor.



Bem, mas na terra também existe sol e lua...
e portanto existe eclipse...
mas essa era a única parte da história que já sabia, não era?

Autoria Desconhecida

TER OU NÃO TER NAMORADO ?


Quem não tem namorado é alguém que tirou férias de si mesmo.

Namorado é a mais difícil das conquistas.
Difícil porque namorado de verdade é muito raro.

Paquera, gabiru, flerte, caso, transa, envolvimento,até paixão, é fácil.
Mas namorado, mesmo, é difícil.

Namorado não precisa ser o mais bonito,
mas aquele a quem se quer proteger e
quando se chega ao lado dele a gente treme,
sua frio e quase desmaia pedindo proteção.
A proteção não precisa ser parruda, decidida, ou bandoleira:
basta um olhar de compreensão ou mesmo de aflição.



Quem não tem namorado não é quem não tem um amor:
é quem não sabe ogosto de namorar.
Se você tem três pretendentes, dois paqueras, um
envolvimento e dois amantes, mesmo assim não tem namorado.


Não tem namorado quem não sabe o gosto da chuva, cinema sessão das duas,
medo do pai, sanduíche de padaria e drible no trabalho.


Não tem namorado quem transa sem carinho, quem se acaricia sem vontade de virar sorvete ou lagartixa e quem ama sem alegria.


Não tem namorado quem faz pactos de amor apenas com a infidelidade.
Namorar é fazer pactos com a felicidade ainda que rápida,
escondida, fugidia ou impossível de durar.


Não tem namorado quem não sabe o valor de mãos dadas,
de carinho escondido na hora que passa o filme,
de flor catada no muro e entregue de repente,
de poesia de Fernando Pessoa, Vinícius de Morais
ou Chico Buarque lida bem devagar,
de gargalhada quando fala junto ou descobre a meia rasgada,
de ânsia de viajar junto para a Escócia ou mesmo de metrô, bonde, nuvem,
cavalo alado, tapete mágico ou foguete interplanetário.



Não tem namorado quem não gosta de dormir agarrado,
fazer festa abraçado,fazer compra junto.



Não tem namorado quem não gosta de falar do próprio amor,
nem de ficar horas e horas olhando o mistério do outro dentro dos olhos dele, abobalhados de alegria pela lucidez do amor.


Não tem namorado quem não redescobre a sua criança
e a do amado e sai com ela para parques, zoológicos,
fliperamas, beira dágua, show de Milton Nascimento, bosques enluarados,
ruas de sonhos ou musical de metrô.


Não tem namorado quem não tem música secreta com ele,
quem não dedicalivros, quem não recorta artigos,
quem não se chateia com o fato de seu amado ser paquerado.



Não tem namorado quem nunca sentiu
o gosto de ser lembrado de repente no fim de semana, na madrugada ou ao meio dia de sol em plena praia cheia de rivais.


Não tem namorado quem ama sem se dedicar,
quem namora sem brincar, quem vive cheio de obrigações,
quem faz sexo sem esperar o outro ir junto com ele.


Não tem namorado quem confunde
ficar sozinho com ficar em paz.


Não tem namorado quem não fala sozinho,
não ri de si mesmo e quem tem medo de ser afetivo.


Se não tem namorado porque não descobriu que o amor é alegre
e você vive pesando duzentos quilos de grilos e medos,
ponha a saia mais leve, aquela de chita e passeie de mãos dadas com o ar.


Enfeite-se com margaridas, ternuras
e escove a alma com leves fricções de esperança.
De alma escovada e coração estouvado,
saia do quintal de si mesmo e descubra o próprio jardim.


Acorde com gosto de caqui
e sorria lírios para quem passe debaixo de sua janela.


Ponha intenções de quermesse em seus olhos
e beba licor de contos de fadas.


Ande como se o chão estivesse repleto de sons de flauta
e do céu descesse uma névoa de borboletas,
cada qual trazendo uma pérola falante a dizer frases sutis e palavras de galanteria.


Se você não tem namorado
é porque ainda não enlouqueceu aquele pouquinho necessário
a fazer a vida parar e de repente parecer que faz sentido.

Desconheço a Autoria

*Muito legal esse texto. Eu gostei...

FELIZ DIA DOS NAMORADOS


Meu Amor
Como hoje, senti mais saudade do que em outro dia.
Resolvi então escrever esta cartinha para amenizar a falta que sinto de estar com você.

Hoje, inspirei-me e resolvi escrever, pois ao confessar meu amor sinto algum alívio, e parece que estou falando consigo.

É para mim uma conversa à distância que posso ter com você. Estou, sonhando com a sua presença física, com seus abraços e beijos que são o meu maior alimento.


Faminto de amor aguardo sua chegada a qualquer momento, então irei fartar-me de seus carinhos.

A certeza de que, se você estivesse ao meu lado, tudo seria diferente, pois é junto de ti que me sinto mais gente.

Fico contente e feliz como passarinho, dou voltas e pulos de contentamento.


Muito obrigado minha princesa, por me fazer tão feliz.
Peço a Deus todos os dias, que ao iluminar seu caminho, deixe sempre um pouco de luz para que eu seja visto por seus lindos olhos, com o mesmo amor que eu sei dedicar a você.

Minha vida ficou dividida: insípida antes de conhecê-la,
mas fulgurante depois da ventura de ter o seu amor.

Beijos de seu feliz namorado...
Eu...SOL
* A vida é preciosa.
Só ela tem o dom de nos permitir Sonhar...
Por isso, você foi, é e sempre será meu melhor SONHO.


O AMOR...


Vida
É o amor existencial.


Razão
É o amor que pondera.


Estudo
É o amor que analisa.


Ciência
É o amor que investiga.


Filosofia
É o amor que pensa.


Religião
É o amor que busca a Deus.


Verdade
É o amor que eterniza.


Ideal
É o amor que se eleva.



É o amor que transcende.


Esperança
É o amor que sonha.

Caridade
É o amor que auxilia.


Fraternidade
É o amor que se expande.


Sacrifício
É o amor que se esforça.


Renúncia
É o amor que depura.


Simpatia
É o amor que sorri.


Trabalho
É o amor que constrói.


Indiferença
É o amor que se esconde.


Desespero
É o amor que se desgoverna.


Paixão
É o amor que se desequilibra.


Ciúme
É o amor que se desvaira.


Orgulho
É o amor que enlouquece.


Sensualismo
É o amor que se envenena.


Finalmente, o ódio, que julgas ser a antítese do amor,
não é senão o próprio amor que adoeceu gravemente.

Francisco Cândido Xavier

BORDADO DA VIDA


- Quando eu era pequeno, minha mãe costuravamuito.
Eu me sentava no chão, brincando perto ela,
e sempre lhe perguntava o que estava fazendo.


Respondia que estava bordando.
Todo dia era a mesma pergunta e a mesma resposta.


Observava seu trabalho de uma posição abaixo de
onde ela se encontrava sentada e repetia:
- Mãe, o que a senhora está fazendo?


Dizia-lhe que, de onde eu olhava,
o que ela fazia me parecia muito estranho e confuso.
Era um amontoado de nós, e fios de cores diferentes,
compridos, curtos, uns grossos e outros finos
Eu não entendia nada.


Ela sorria, olhava para
baixo e gentilmente me explicava:
- Filho, saia um pouco para brincar e quando
terminar meu trabalho eu chamo você e o coloco
sentado em meu colo.
Deixarei que veja o trabalho da minha posição.


Mas eu continuava a me perguntar lá de baixo:
-Por que ela usava alguns fios de cores escuras eoutros claros?
- Por que me pareciam tão desordenados eembaraçados?
- Por que estavam cheios de pontas e nós?
- Por que não tinham ainda uma forma definida?
– Por que demorava tanto para fazer aquilo?


Um dia, quando eu estava brincando no quintal, ela me chamou:
- Filho, venha aqui e sente em meu colo.
Eu sentei no colo dela e me surpreendi ao ver o bordado
Não podia crer!
Lá de baixo parecia tão confuso!
E de cima vi uma paisagem maravilhosa!
Então minha mãe me disse:
- Filho, de baixo, parecia confuso e desordenado
porque você não via que na parte de cima havia um belo desenho.
Mas, agora, olhando o bordado da minha posição,
você sabe o que eu estava fazendo.


Muitas vezes, ao longo dos anos, tenho olhado para o céu e dito:
- Pai, o que estás fazendo?
Ele parece responder:
- Estou bordando a sua vida, filho.


E eu continuo perguntando:
- Mas está tudo tão confuso…
Pai, tudo em desordem.
Há muitos nós, fatos ruins que não
terminam e coisas boas que passam rápido.
- O Pai parece me dizer:
‘Meu filho, ocupe-se com seu trabalho,
descontraia-se, confie em Mim e…
Eu farei o meu trabalho.
Um dia, colocarei você em meu colo
e então vai ver o plano da sua vida da minha posição.



’Muitas vezes não entendemos o que está acontecendo em nossas vidas.
As coisas são confusas, não se encaixam e parece que nada dá certo.
É que estamos vendo o avesso da vida!
Do outro lado, Deus está bordando…



Autor: Prof. Damásio de Jesus
* Linda Reflexão! Oxalá, que Deus já tenha começado a bordar minh vida...Ufa!!!

UM CARINHO DELICIOSO ... VINDO LÁ DE LONGE!!!

Parabéns a voce minha adóravel namorada...
Ao amar o seu amor, você se enriqueça de muitas felicidades.
Que você role na grama como uma cirança.
Que você dê pulos como uma gazela,
Que você voe como uma gaivota atrás dos barcos no Rio Tapajós...
Mas faça tudo com amor...
Que sua vontade e seu querer seja sempre o bem de seu amado.
Que ele correponda ao seu amor...
Mas não esqueça que eu lhe amo!!!
Pe. Auricélio Paulino
Itália - 12.06.09
* Pe. Auricélio!
Lindo!
Obrigada pelas palavras meu compadre e amigo.
Também amo você, viu.
Beijos

Postagens em destaque

VERSOS, PARA MEU NETO...

Um dia você chegou... Trouxe consigo o melhor verso. A brisa que acaricia, O vento que embala. Seu sorriso trouxe o alvorecer.   ...