sábado, março 06, 2010

RASTROS...



Farejei teus rastros nas veredas da paixão
Feito fera no cio
Procurei a fio estancar a minha solidão
Pensamentos virgens
Que o meu juízo ventilou
Na chuva dos meus olhos tem saudades que você chegou
Li teus sentimentos
Na fendas do teu coração
Vertebrei teus beijos e vi teu desejo e tua sedução
Me embalei nos sonhos que proíbem te esquecer
Em tua vida fiz folia
Quando me derramei no teu prazer
Rastros que revelam a minha liberdade
Rastros que me levam à felicidade
Ventos de outono, uma lenda que ficou
No ventre do pecado fiz um livro do nosso amor...




Composição: Antonio José ( cantor santareno)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

DAS DELÍCIAS DE SER VÓ...

Indefinível é a palavra que define, a dádiva de ser vó!! O trocadilho é uma forma de tentar explicar o inexplicável. Pois ser vó é am...