terça-feira, dezembro 14, 2010

VERSOS


No silêncio mórbido da madrugada
A saudade vem habitar o coração.


Em meio as lembranças está seu cheiro
Na poética a rima de agasalha.


A insônia é tormento que se agiganta.
Nos braços da nostalgia, o sono vai embora.


As horas passam sem pressa...
Apenas as recordações são velozes, constantes.


O dia amanhece, o sol vem esquentar o tempo
Enquanto dentro do peito o amor continua pulsando o frio da saudade do amor...

Amor latente, ardente
Que deixa contente.
Deixa contente os versos da poesia...



Socorro Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...