terça-feira, abril 06, 2010

LINDA!! MARAVILHOSA!! MINHA SANTARÉM!!!

Não há  encantamento maior
que ser santarena, amazônida!!
Sangue caboclo, sabor de piracaia e banho no Tapajós!!
Com essa imagem da minha linda Santarém...
Um cheiro de rio com sabor de poesia.

Socorro Carvalho

PARINTINS NOS CAMINHOS DA AMAZÔNIA


Caminhos da Amazônia é o novo programa da Rede de Notícias da Amazônia está no ar.

O Programa vai ao ar todo sábado das 07h00 às 07h30, com informações, dicas de meio ambiente, entrevistas, radionovelas e músicas da região. Cada sábado o programa é produzido e apresentado por uma das emissoras que fazem parte da rede.

(Aroldo Bruce)

Depois de Santarém com Joelma Viana, Manaus  com Amarildo Silva e Coari com Daniel Almeida, nos Caminhos da Amazônia.  Neste sábado, dia 10 de abril, será a vez de Parintins com o grande Aroldo Bruce.

O programa da Rede de Notícias da Amazônia é bem interessante, eu recomendo.


 

ALTER DO CHÃO PODE SER O INÍCIO DA MAIOR RESERVA DE ÁGUA DOCE SUBTERRÂNEA DO MUNDO


A praia de Alter do Chão, que já levou o título de melhor praia do Brasil pelo jornal inglês The Gardian, agora pode receber um status ainda mais valioso: o de ser o início da maior reserva de água doce subterrânea do mundo.


Pesquisadores da Universidade Federal do Pará (UFPA) pretendem comprovar que o aquífero - grupo de formações geológicas que pode armazenar água subterrânea - de Alter do Chão possui uma capacidade de água muito maior e com qualidade melhor do que o atual maior aquífero do mundo, o Guarani, que está localizado no Paraná.


O geólogo Milton Matta explicou que “o aquífero de Alter do Chão pode ser bem menor em termos de área, porém, possui uma espessura maior e uma capacidade de produção de água ainda mais intensa”.


Segundo ele, ainda faltam dados e estudos mais específicos para provar a real capacidade do aquífero paraense. Para que isso aconteça o mais breve possível, os pesquisadores pretendem elaborar um projeto para o Banco Mundial.


Matta disse que o Estado do Pará poderá ganhar muitos benefícios se ficar cientificamente comprovado que o maior aqüífero do mundo está na Amazônia.

 
Mas ele faz uma alerta: “Não adianta apenas termos quantidade de água. Precisamos saber usá-la. A água subterrânea é a mais importante que existe em nosso planeta, o problema é que muita gente não sabe como fazer disso um bem”, pondera o geólogo. O projeto, ainda em fase de elaboração, deve ser apresentado em breve ao Banco Mundial.


O aquífero de Alter do Chão possui uma área de 437 mil e 500 quilômetros quadrados e uma espessura de 545 metros.


Sua qualidade de água é melhor e, segundo pesquisadores, pode produzir uma capacidade de água quase duas vezes maior que a do aquífero Guarani. (Diário)



ESTAÇÃO CARANDIRU - POR DRAUZIO VARELLA


Este final de semana, conclui a leitura de mais um livro, dessa vez li: Estação Carandiru da autoria de Drauzio Varella.

Durante uma semana, pude penetrar nas mais estranhas histórias do sub-mundo da criminalidade, através da narração do Drauzio Varella.

Na leitura, pude acompanhar muitos fatos engraçados, tristes, dolorosos e outros terríveis e revoltantes.

Mas algo que muito observei foi a fidelidade que existia entre aqueles homens encarcerados. Ato raríssimo, entre os homens em liberdade.

Pude perceber que apesar das condições em que viviam existia, entre eles, uma fidelidade muito grande. Algo bem raro, entre os homens em liberdade. Lá dentro eles eram capazes de matar ou morrer, para não “caguetar” ( gíria da cadeia ) compassa em nome da boa amizade.

O respeito pela privacidade do companheiro era primordial. Bem diferente do povo aqui de fora que muitas vezes, faz de tudo para explorar e expor a vida particular das pessoas. E muitas vezes, vidas até de pessoas ditas, por eles, como “consideradas”, imagina se não fossem. Esse tipo de coisa é difícil de acontecer nas carceragens, como foi no caso da Estação Carandiru .

Claro, que em muitos casos a fidelidade, naquela prisão,era fruto do medo . Mas em outros casos, nem tanto, era amizade verdadeira mesmo. Amizade construída entre os cubículos da solidão e do abandono da prisão.

Depois de conhecer um pouco sobre alguns daqueles homens, pude me emocionar com algumas histórias. Como por exemplo, o caso do presidiário conhecido como “Dadá” que, por milagre, sobreviveu ao massacre do dia 02 de outubro de 1992. Ele contou que a mãe,dele, sempre o recomendava a leitura do salmo 91. Mas ele nunca atendera aos insistentes pedidos da mãe.

Só depois do caso passado (após o massacre) e dele ter sobrevivido é que foi conferir o salmo, tão recomendado. E ao ler ficou chorando como uma criança, ao sentir que mesmo não tendo lido o salmo, teria sido protegido pelo Senhor.

Essa história foi a que mais me tocou, pois gosto muito de ler esse salmo. Assim como gosto de ler, também, o salmo 27.Pela força espiritual que eles me repassam, nos momentos difíceis da minha vida.

Infelizmente o sistema carcerário no Brasil ainda é precário e cheio de injustiça. Não sou a favor do crime mas odeio a injustiça e as falsas amizades.

Ler esse livro foi  ótimo. Uma boa leitura sempre nos remete a boas reflexões sobre a vida.


Já estou preparada para uma nova leitura e com certeza vai me trazer  novos conhecimentos e grandes reflexões.

 
 
Socorro Carvalho

Postagens em destaque

UM POEMA PARA ÁMON

Há dez meses... Você chegou!!! Trouxe no riso o estro. No calor O mais lindo poema de amor. Tão pequeno, tão meigo. Porém, forte e...