sexta-feira, fevereiro 18, 2011

EU E A CHUVA

Alheia a minha presença
Você vem molhar a solidão.
Faz brotar saudade
Aguça doces lembranças...
Germina esperança
Fertiliza a terra, exala cheiro de chão...
Pela vidraça
Vejo você  chegar
Exuberante...
Passa veloz sem se intimidar
Com ousadia molha corpos em fugas...
No seu frio
Faz do  amor  amparo e cobertor.
Com sua presença modifica o cenário
Nubla o tempo
Formando  estranhas paisagens...
Enquanto de longe
Apenas observo.
Observo seu jeito tão dona de si.
Na imaginação construo historias...
E perdida em meio aos devaneios
Fico a divagar no tempo
Você tem o poder  de me distrair.
Da janela,
Contemplo o horizonte nublado
Vejo sua  força lavando o tempo.
Nesse momento adormeço
E em  silêncio  seguimos  nas fantasias...
Eu e a chuva.


Socorro Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...