sábado, março 19, 2011

QUEM É VOCÊ?

Quem é você?
Que chega silencioso
Desalinha meus sentidos
Torna-se dono dos meus desejos escondidos...
Quem é você?
Que rouba minha sensatez
Arranca-me murmúrios suprimidos.
Quem é você?
Que louco invade minha imaginação
Faz-me deleitar em seus devaneios
E flutuar na inspiração...
Quem é você?
Que pulsa forte em meu peito
Faz-se dono dos meus beijos insensatos
E permite que o ame em  segredo...
Quem é você...
Que feito menino desprotegido
Clama pelo meu abraço e se aninha em meu corpo inteiro...
Não precisa dizer nada...
Apenas venha e não tenha medo
Prometo ser seu agasalho
Dona dos seus beijos...




Socorro Carvalho

* Essa  flor é pra você... apenas me diz quem é você?

2 comentários:

  1. Lindíssimo texto...lembrei de uma música cantada pela zizi possi, chamada "Quem é você"

    "Quem é você
    Por que te vejo sem te ver
    Quem é você
    Sabe você,
    Por que te sinto sem te ver
    Quem é você
    Por que te espero sem saber
    Quem é você
    Quem sabe lá,
    No fim do coração
    Você é só prá mim a solidão
    Quando eu te ver,
    Não sei se vou me conhecer
    O que vai ser
    Será por mim, por ti,
    Porque decerto nem sei mais,
    Por onde anda a minha paz
    Quem é você
    Por que te amo sem querer,
    Alguém por mim,
    Me faça enfim te conhecer
    Pra eu ser feliz."

    Passei um bom tempo sem tempo,rs
    Mas vou aproveitar esse final de semana para visitar os amigos, então tinha que passar aqui.

    Abraços a todos no Pará.

    Quando der passa lá no blog.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Help! Um poema encantador! Como diz Mário Quintana "Um bom poema é aquele que nos dá a impressão de que estamos lendo a gente… e não a gente a ele."
    Beijinhos, Help!

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...