quarta-feira, abril 06, 2011

FOFOCA PODE SER BENÉFICA PARA AMBIENTE DE TRABALHO, APONTA ESTUDO





Estudo realizado pelo professor Giuseppe Labianca em conjunto com alunos de doutorado da Universidade de Kentucky, Travis Grosser e Virginie Lopez-Kidwell, apontaram que a fofoca pode ser muito útil para o pessoal de uma empresa, sobretudo quando o fluxo de informações provenientes do alto é interrompido, como costuma ocorrer quando a companhia está em crise ou passando por mudanças.

Os pesquisadores procuraram examinar o comportamento social de 30 empregados de um departamento de uma mesma empresa norte-americana. Avaliaram suas redes sociais, com quem fofocavam e quanta influência cada um tinha.

Eles chegaram à conclusão de que quem fofoca mais tem maior compreensão do entorno social e influencia mais os colegas. "Se pouca gente sabe o que realmente está acontecendo, a fofoca se torna o meio de difundir essa informação a todo o resto. Além disso, estudos mostram que a fofoca reduz a ansiedade e ajuda as pessoas a lidar com a incerteza", afirma Labianca, em entrevista ao site da Harvard Business Review.

Opinião

Na avaliação do headhunter da De Bernt Entschev Human Capital, Rômulo Machado, o benefício da fofoca depende, quase que integralmente, do contexto em que ela é empregada. "Existem diferenças culturais entre o Brasil e os EUA. Os americanos, por exemplo, são mais objetivos, têm mais foco do que os brasileiros. Os estrangeiros são mais centrados, enquanto o profissional nacional é mais expansivo", diz.

No geral, contudo, a conversa paralela pode ser empregada para o melhor entendimento do trabalho e dos rumos da organização. Caso a motivação em fofocar exista exclusivamente para troca de informações, com o objetivo de tentar entender o contexto por qual passa a empresa, esse comportamento será positivo.

"Nessas situações, criam-se elos de confiança entre as pessoas que conversam. Movimentos assim podem fazer com que as pessoas ganhem engajamento e fortaleçam alianças entre si", descreve Machado.

Camadas

De uma maneira geral, o ser humano, independentemente de onde esteja, cria relacionamentos e faz os seus comentários. Os países latinos, por sua vez, são os mais passionais, nos quais existe uma necessidade maior dessa convivência.

O brasileiro, na definição do executivo da De Bernt, gosta de  “encontros informais”, o que faz com que ele crie vínculos mais fortes com os colegas. Tudo depende do tipo de informação passada: se a pessoa quer denegrir a imagem de um profissional, óbvio que os frutos colhidos, tanto por empresa, fofoqueiro e vítima, não serão dos melhores.


Fonte: Site

Fofoca é o ato de espalhar contar ao próximo fatos que não deveriam ser contados, ou então observações intima da vida dos outros


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...