domingo, maio 08, 2011

FÚRIA DO DESEJO


O desejo tão ardente de ser tua chega me faltar o ar. Imagino nós compartilhando do mesmo lençol, tua boca tão macia a me beijar loucamente, teus dedos a tocar meus lábios passeando sobre o teu corpo, desejando cada detalhe seu, na ânsia de te levar ao extremo do prazer... Quando nossos corpos se unem em busca de um desejo muito maior do que posso descrever sinto-me completa, sinto que o amor enfim, chegou ao seu ápice. Os delírios de prazer acontecem, as caricias entre nós são tão perfeitas, nunca senti algo assim, tudo acontece sem pensar, sem planos, acontecem na intimidade que conquistamos... Enfim sou tua... Ah! Nada é tão maravilhoso quanto te pertencer... Que seja sempre assim o nosso amor...
Srta. G



CONFISSÃO
O que posso mais dizer, se o meu coração fala por si só... Ter você comigo me mostra o quando tenho sorte de amar alguém assim, que me conquista todo dia, que faz com que me sinta a pessoa mais especial do mundo, que me faz feliz mesmo quando não te tenho por perto. Vida! Te amo,  mais que tudo que possas imaginar, eu sem você me resumo ao céu sem estrelas, o mar sem vida... Enfim, não existo longe de você... Eu em você, você em mim é tudo de mais lindo que aconteceu comigo... Você é o meu mais lindo presente! Te amo!

Srta.G



LIBERDADE
Sinceramente, não consigo entender como ainda pode existir qualquer tipo de aversão aos amores. Vivemos ainda em um julgamento sem fim, o simples fato de você sair nas ruas, querendo ou não é julgado, não importa o porquê, se pela classe social, roupa, estilo, opção sexual... Enfim, o “pré-conceito” ainda nos ronda e nos faz refém dia após dia. Precisamos de uma sociedade que nos faça livre, que nos deixe viver como queiramos, pois a liberdade que temos hoje, ainda sim se faz oposta ao que nos deparamos na realidade... Os amores que vivemos, tem que ser mais fortes que tudo isso, não importando que tipo de amor seja (namorado, amigo, irmão, filho) todos nós temos o direito de ser livre, sim, livre! Não livre pela metade, mais livres por inteiros, sem medo de amar verdadeiramente a tudo e a todos e principalmente, sem medo dos “pré-conceitos” existentes em nossa sociedade. Só assim alcançaremos a tão sonhada liberdade de amar!
Srta. G


 * Os textos são da autoria de uma colega da Universidade, mas que prefere assinar com o pseudônimo de Srta. G

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...