2º CONGRESSO DA UGT REÚNE 3.500 TRABALHADORES

A União Geral dos Trabalhadores (UGT) realizou nesta quinta-feira (14), no Palácio de Convenções do Anhembi, em São Paulo, a abertura do 2º Congresso Nacional da entidade. 

A abertura contou com a presença de 3.500 dirigentes sindicais de todo o país, representando os mais diversos ramos de atividade profissional. O governador Geraldo Alckmin e o prefeito Gilberto Kassab e o vice-governador Guilherme Afif Domingos,entre outras personalidades do mundo político e sindical, também estiveram presentes  a esse que está sendo considerado o maior Congresso da classe trabalhadora.


Em seu discurso de abertura dos trabalhos, o presidente nacional da UGT, Ricardo Patah,ressaltou a  importância que a UGT no cenário sindical brasileiro, lembrando que a central, nascida em 2007 com o apoio de 361 entidades sindicais e, atualmente, chega à marca de 1.000 sindicatos filiados, um número expressivo que mostra o quanto a entidade vem crescendo e fortalecendo suas bases. “É fundamental para a luta da classe trabalhadora que a categoria permaneça unida e atuante para que, cada vez mais, possamos lutar por avanços para os trabalhadores e trabalhadoras, fortalecendo o conceito de trabalho decente, distribuição de renda e crescimento com sustentabilidade e soberania para o Brasil”, explica o presidente ugetista.

O governador Alckmin destacou a importância que a UGT tem em prol da luta dos trabalhadores por mais emprego, melhores salários e melhor qualidade de vida. “É fundamental para a sociedade civil brasileira que tenhamos centrais sindicais representativas e a UGT demonstra isso com a realização deste congresso. Esses números apresentados hoje demonstram a confiança que o trabalhador tem para com a central”, diz.
“Hoje estamos vendo a dimensão da UGT, seu poder político e sua credibilidade, pois chegar à marca de 1.000 sindicatos e representar cerca de 7 milhões de trabalhadores, em todo o Brasil, não é uma tarefa fácil. Só dessa maneira podemos desenvolver bons diálogos para construir políticas públicas em conjunto”, afirmou o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.


Participaram também da abertura do Congresso deputados, vereadores, presidentes ou representantes de centrais sindicais e entidades sociais.

O presidente do Sindicato dos Radialistas de Santarém Augusto Sousa e o Vice Francisco Sales estão em São Paulo  participando  do encontro.

Hoje pela manhã o evento contou com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
O 2º Congresso da UGT  encerra amanhã (16)  quando os delegados avançarão na organização interna da entidade para, acima de tudo, fortalecer a mobilização social. Nesse dia será eleita a diretoria da UGT, que comandará a entidade pelos próximos 4 anos.


Site da UGT

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Frases picantes que homens gostam de ouvir na hora do sexo

UMA CARTA PARA MEU FILHO AMADO..

ENFIM... MEUS 18 ANOS DE IDADE!!!