terça-feira, agosto 16, 2011

A COBRA E O VAGALUME


Era uma vez uma cobra que começou a perseguir um vaga-lume que só vivia para brilhar.
Ele fugia rapidamente, com medo da feroz predadora, e a cobra nem pensava em desistir.
Fugia um dia e ela não desistia, dois dias e nada...
No terceiro dia, já sem forças, o vaga-lume parou e disse à cobra:
- Posso lhe fazer três perguntas?
- Não costumo abrir esse precedente para ninguém, mas já que vou comer vc mesmo, pode perguntar...
- Pertenço a sua cadeia alimentar?
- Não.
- Então, por que você quer me comer?
- Porque não suporto ver você brilhar...

Desconheço a autoria



* Em uma das aulas do professor França da Ufopa, ele nos trouxe uma reflexão sobre essa lenda.Na oportunidade fez uma excelente reflexão e eu gostei muito.  É uma mensagem maravilhosa e que serve para um boa reflexão interior.  Quem realmente sou um Vagalume sempre a brilhar? Ou uma cobra rastejante  sempre invejando o sucesso alheio? Pense nisso. Eu, Socorro Carvalho, sou Vagalume, graças a Deus. E você?  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...